Prince of Thorns é o primeiro livro da DarkSide que li e não acredito que pudesse ter começado por um livro melhor. Além da história ser fantástica, diferente de qualquer livro que eu já tenha lido, a qualidade da edição me fez querer parar e ficar admirando o livro.

Honório Jorg Ancrath é um príncipe com uma história que em nada lembra contos de fadas. Quando bem mais novo viu o irmão, que era apenas uma criança e a rainha, sua mãe, serem assassinados. Ele não pôde fazer nada para proteger a família e também não conseguiu fugir, mas  como foi que Jorg sobreviveu a matança? Ele foi jogado aos espinhos de um arbusto de roseira-brava e deixado ali, como se ter visto a mãe e o irmão morrer não fosse crueldade suficiente.




Na nova série original do Netflix, uma "família tradicional" americana tem de lidar com um fato um tanto quanto inusitado: a matriarca da família virou um zumbi (numa cena épica e escatológica onde ela vomita mais do que seria humanamente possível e que pode fazer os mais sensíveis torcerem o nariz). Em meio a uma e outra transação imobiliária, junto ao marido também corretor, ela se alimenta de pessoas como quem para num drive-truth. 

Olá pessoas! Eu disse que voltava, não disse? Então estou aqui para falar dessa continuação maravilhosa da autora Kasie West (o primeiro vocês podem conferir aqui), Fração de Segundo, um livro que superou todas minhas expectativas e que me deixou com um gostinho de quero mais, mesmo acabando exatamente quando deveria acabar... Mas vamos ao que interessa, lembrando que como se trata do segundo e último volume da duologia, pode conter spoiler do primeiro livro!

Em Fração de Segundo voltamos ao mundo de Addie como o deixamos no fim de Encruzilhada. Depois de ela investigar os dois caminhos que poderia seguir e decidir deixar de lado seu coração para poder salvar uma pessoa de quem iria sentir muita falta, escolhendo um caminho que com o passar dos capítulos do primeiro livro ficamos com bastante raiva, e claro, apagar tudo o que viu e descobriu de sua outra opção,  que é a que amamos e não vemos a hora de vê-la acontecendo de novo...
 


Então, eis-me aqui para conversar com vocês sobre a minha série  favorita da vida! Aquela que é meu OTP! Aquela que se falar mal expulso legal da minha casa! Enfim: o grande amor da minha vida que já maratonizei mais de vinte vezes (sim, você não está lendo errado!). E agora minha meta é conseguir fazer pelo menos mais uma pessoa se apaixonar por FRIENDS!

Oiii seus lindos, hoje nos vamos falar de Peça-me o que quiser, o primeiro livro da serie da Megan Maxwell, e já de inicio devo dizer que é um livro extremamente hot, então tire as crianças da sala antes de lê-lo rs. De todos os livros eróticos que li, devo dizer que este é o mais explicito e o que tem mais coisas realmente quentes, mas com um história interessante... Então vamos ao que interessa não é mesmo?

Aqui nos conhecemos a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman (homem de gelo em tradução livre): um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexys que ela já viu.


Não sei quanto tempo faz que um romance me arrebatou de maneira tão completa, no mínimo há vários meses, talvez tenha muito mais tempo que isso. O fato é que Meu Romeu acabou sendo um daqueles livros que fazem o leitor suspirar, ficar com raiva, rir (e eu ri muito mesmo durante essa leitura) e se apaixonar junto com suas personagens.

Cassie Taylor é uma jovem atriz aclamada pela crítica e que acaba de ser escolhida como a protagonista de uma nova peça que estreará em poucas semanas na Broadway, uma bela mulher com uma bela vida é o que parece. Mas nada é tão perfeito assim, na verdade a situação de Cassie pode ser chamada de tudo, menos perfeita. Estrelar a peça vai ser um sonho, mas este sonho não incluía ter como par romântico o ex-namorado famoso e pelo qual ainda é loucamente apaixonada, mesmo depois de três anos separados.