Ainda Não Te Disse Nada

3/13/2012 Carol Oliveira 3 COMENTÁRIOS

Sinopse

"Ninguém mais escreve cartas hoje em dia", Marina pensava. Até que um dia uma caiu em suas mãos por engano e mudou o rumo de sua vida. Levou-a ao lugar que ela sempre sonhou. E a conhecer o amor do jeito que nunca imaginou, da forma mais improvável do mundo...





Vamos lá, o Maurício, me mandou o livro, e chegou aqui em casa, sexta passada, eu não estava em casa e minha mãe, me ligou, pois a maravilha do correio entregou o livro com o que protegia tudo rasgado. Mas continuando, ela leu o livro na sexta mesmo e quando eu cheguei a casa no sábado, ela estava maravilhada com o livro e disse que o leu na sexta-feira mesmo. Bom, ela ficou a semana inteira me contando partes do livro e eu não queria começar a lê-lo sem antes terminar de reler pela 1000000000 vez Orgulho e Preconceito, depois vejo se faço resenha dele... Voltando, terminei de reler e peguei em Ainda não te disse nada ontem (quinta-feira, 16/02). Bom, digamos que ontem mesmo eu o li inteiro. 

Uma palavra para descrever o livro, MARAVILHOSO!

Maurício está de parabéns, o livro é ótimo e o melhor de tudo, é BRASILEIRO!

Quando comecei a ler, como contei a cima, já sabia de muitas coisas, simplesmente o fato de minha mãe ter me contado quase tudo, mas eu consegui vencer e não descobri o principal. O final. Acho que esse foi o motivo de eu ter devorado o livro madrugada adentro. Outro motivo também muito animador é o fato de o livro ser um livro adulto e não aquela coisa de sempre, com adolescentes, escolas e essas coisas.

Marina, uma mulher de vinte e cinco anos, nascida em uma família italiana que vivia no interior de São Paulo, tinha todo seu futuro escrito. Como filha mais velha iria casar com o filho do fazendeiro amigo do Pai, e tomaria a frente nos negócios da família, uma padaria.

Porém não era isso que Marina queria para sua vida, ela queria ser estilista famosa, e com isso mudou-se para a capital e para conseguir manter-se, trabalhava em uma agência de correios, e fazia faculdade de Design de Moda a noite. Até ai tudo bem. Em certo dia, antes do inicio do trabalho, conversando com a amiga, discutiram como hoje em dia, ninguém mais se dá ao trabalho de escrever uma carta a próprio punho, com amor ao que faz, e nesse mesmo dia, apareceu na agência uma moça para postar uma carta, que pela aparência, tudo indicava ser escrita a próprio punho com a paixão que elas discutiam anteriormente. Depois do ocorrido, Marina teve a sorte de encontrar com a moça que havia colocado a carta no correio, e com a mesma descobriu sobre o que se tratava, a moça tinha uma empresa chamada “O Anjo Carteiro”, onde pessoas que não conseguiam escrever, por diversos motivos, a contratavam e ela passava-se pela pessoa, correspondendo todas as cartas enviadas. Marina ficou impressionada com o que a moça, sem nome, fazia por tantas outras. Passado mais um tempo, o destino colocou nas mãos de Marina uma carta, a carta que mudaria sua vida.

Porto, 15 de fevereiro de 2012.

Minha Amada Eterna,

Que prazer imenso ler-te!

Esperei-te, desejei-te, sonhei contigo milhares de noites. Imaginei que nunca mais saberia de ti, antes de Deus dar-me o privilégio de estar para sempre ao Seu lado. Não fazes ideia a forma avassaladora que as tuas breves palavras fizeram no meu peito renascer, este sentimento bom, puro, verdadeiro...

E eu paro por aqui, antes que conte de mais.

Os personagens dessa estória são vários, pois apesar de não apareceram tanto quanto, cada um deles tem um papel importante para a construção da mesma.

Uma coisa que me esqueci de falar, o livro se passa atualmente, atualmente mesmo. Começa exatamente em 2012. Legal não? Kkk

Marina, uma mulher linda, que todos desejam porem, não podem ter. Extremamente romântica. E não romântica ao ponto de você querer mata-la por suas escolhas, ela simplesmente se parece com muitas pessoas que eu mesma conheço.

Isso de o livro ser atual, nos mostra muitas coisas com as quais eu mesma convivo e faço. As escolhas musicais de Marina, não poderiam ser mais parecidas com as minhas. Só isso que digo. Outra coisa se passa em São Paulo, uma cidade brasileira, todos os acontecimentos as rotinas, tudo, se mostra tão comum que torna toda a leitura leve. Isso e os personagens divertidos, que estando convivendo no nosso meio, por assim dizer usam os mesmos modos que nós usaríamos para nos expressar. Um dos meus personagens favoritos é o Otavinho, vizinho da Marina, ele sempre sai com as melhores tiradas.

- Vou sentir saudade das suas cantadas – ela disse.
- Eu também. É como diria Bob: “Saudade é um sentimento que, quando não cabe no coração, escorre pelos olhos”.
- Dylan ou Esponja?
- Marley.
Ela sorriu...

Fechando essa resenha, acho que nunca falei tanto de um livro por aqui no blog. Eu recomendo muito Ainda Não Te Disse Nada. O livro é ótimo, e acho que com isso já sabem quantas estrelas darei a ele. A capa é linda e o marcador também!

Agradeço ao Maurício pela parceria com o nosso blog e por ser um escritor incrível.

Mas para deixar mais um gostinho, vou colocar mais um quote do livro. E me despeço.

São Paulo, 16 de novembro de 2012.

Amado H,

Inicio esta carta com a frase que resume nossa história:

“Quero que saibas que ainda não te disse nada...”


Classificação Final: 



Título: Ainda Não Te Disse Nada.
Autor: Maurício Gomyde.
Páginas: 234.
Editora: Porto71

3 comentários:

Oi Carol,
Olha, não posso deixar de comentar na sua resenha deste livro primeiro porque o livro é realmente maravilhoso e segundo porque sua resenha ficou muito boa. Você abordou pontos essenciais da história, pontos que tenho certeza levarão pessoas a quererem ler o livro, parabéns.
O Maurício é um autor e tanto, é o primeiro livro dele que leio mais já me encantei com a escrita, a naturalidade e a simplicidade de tudo. O livro é lindo, tem um desenrolar que entretém e um fim maravilhoso, impossível alguém não gostar.
Parabéns pela resenha

Beeijos,
Elder Koldney

Anônimo disse...

Carol,

Amei a sua resenha, super deu vontade de ler!

Parabéns

Gi disse...

Que demais parece ser esse livro!
Deu vontade de ler! Sério!!!!!!
Parabéns pela resenha girl

bj