[RESENHA] Blue Bloods #2: O Baile De Máscaras

4/16/2012 Jessie 1 COMENTÁRIOS

Com o lançamento do terceiro livro da série Blue Bloods no mês passado, achei que seria muito legal poder compartilhar a minha opnião com vocês sobre o segundo livro e aí quando terminar de ler o terceiro fazer o mesmo, acho que isso não demorar muito.

No segundo livro da série Schuyler e seu melhor amigo, Oliver, vão para Veneza à procura do o avô da garota, que de acordo com sua falecida avó, é o único que pode ajudá-la vencer as criaturas mais temíveis e cruéis do seu mundo, os Sliver Bloods, Blue Bloods que se corrompream buscando poder, somente um Sliver Blood pode por fim à existência de um Blue Bood. Quando finalmente encontra seu avô, Schuyler vê todas as suas esperanças cairem por terra, seu avô não quer ajudar.


Quando Schuyler volta para Nova Iorque descobre que a detestável Mimi Force e sua melhor amiga, Bliss, estão ajudando com a preparação do Baile dos Quatrocentos, envento onde os jovens Blue Bloods serão apresentados a toda sociedade de vampiros. Mimi também planeja um baile de máscaras que acontecerá depois do evento exclusivo e nesta segunda festa surge um misterioso garoto, que mais tarde nós descobrimos quem é. Novos acontecimentos e uma chegada inesperada pode ajudar a adolescente a resolver os mistérios que cercam essa sociedade secreta.

Assim como o primeiro livro, a estória ainda podia ser desenvolvida melhor, sem o uso de tantas descrições de marcas de roupas, sapato, bolsa, quem usou, ou quem já vestiu algo parecido, ou o nome do estilista que fez... Enfim, acho que ela podia enxugar um pouco muito mais o enredo o livro e focar no que importa a trama , a parte realmente boa do livro só começa depois da página 100, o que para mim é um tremendo desperdício.

Blue Bloods - O Baile De Máscaras é um pouco melhor que o primeiro livro, já que não há tantas descrições nada necessárias e o fato de ter novas personagens a narrativa fica mais interessante, mas não é muito melhor que o anterior, então não crie tantas expectativas.

O final do livro é bem frustrante, bem típico de novela, quando o marido chega em casa e está com a mão na maçaneta da porta, enquanto a mulher está o traindo (não que termine assim, só um exemplo) o problema todo é que eu adivinhei um monte de coisas que acontecem bem antes de ler, e não me fez viver aquele turbilhão de emoções que eu adoro sentir quando estou "devorando" um livro.

O trabalho que a iD fez ficou especialmente bonito, eu amei a capa do livro e definitivamente é melhor que a original, que a meu ver ficou estranha e muito feia, não estou brincando, faça você mesmo(a) a comparação


Apesar de eu ter gostado do livro, assim como o primeiro ele merece três estrelas, espero que continue melhorando, quero poder dar cinco estrelas em alguma resenha e, sinceramente, poderia muito bem ser no próximo.

Classificação final: 





Título: Vampiros de ManhattanSérie: Blue Bloods
Livro: #2
Autora: Melissa De La Cruz
Páginas: 335
Tradutor (a): Rafael Spigel
Editora: iD

1 comentários:

Lucas disse...

Bastante interessante o livro, tem uma ótima capa.
Parabéns pela resenha! *_*

Lucas / Era uma vez...