[RESENHA] Não Sou Esse Tipo de Garota

9/01/2012 Carol Oliveira 0 COMENTÁRIOS

Não Sou Esse Tipo de Garota meio que me afastou um pouco dele por conta de seu título pouco convencional e também pela capa. A algum tempo atrás, eu ganhei uma promoção e ele estava no meio dos livros em que eu poderia escolher, acabou que em vez dele eu peguei Lonely Hearts Club, e desde então estava curiosa em relação a ele. Um belo dia estava no site da saraiva quando então ele aparece bem na minha frente e ainda melhor de tudo em promoção!

Não sou esse tipo demorou a chegar as minhas mãos (por culpa minha), mas quando decidi lê-lo o li em exatamente uma noite.


Natalie Sterling, veterana na Academia Ross é uma aluna muito certinha que não confia nos garotos e muito menos liga para o que dizem dela. Bom isso é o que ela quer passar para as pessoas. No inicio das aulas Natalie esta se elegendo a Presidente do conselho estudantil e ao encontrar Spencer, uma antiga conhecida entre as novatas da escola, começa a pensar em uma forma de instrui-la para o que estar por vir na escola. O que ela não sabe é que Spencer não quer muito seguir as regras e sim criar suas próprias regras.

Natalie tenta aproveitar um mal acontecido com sua melhor amiga Autumn, e usa-la como exemplo, porem Autumn não esta disposta a passar como exemplo de como os meninos da escola gostam de usar as meninas. No decorrer da história, Natalie se vê perdida em suas decisões, e também não sabe mais que escolhas tomar para fazer o certo. Perdida em si mesma se vê obrigada a repensar que tipo de garota ela esta se tornando. 

Sabe, eu estou em uma "vibe" que não esta muito ligada com adolescentes, tenho lido uns livros que eu fico muito sem saco para eles. Mas Não Sou Esse Tipo de Garota me tirou dessa onda. O livro é tão rápido que não tem como você se enjoar. Os personagens são os típicos adolescentes, Natalie é a certinha que acha que sempre tem razão, Autumn é a melhor amiga chata que não vê que tudo que Natalie faz é para protege-la, na verdade eu não gosto da Autumn, não consigo gostar dela. Spencer, é a novata, super divertida e não liga para o que estão pensando dela, tudo o que ela quer é se divertir no ensino médio. Agora passemos aos meninos, no livro eles nos são apresentados na visão de Natalie como os idiotas que não dão valor ao que tem, e infantis. Os meninos com mais importância na história e que vou citar, são do time de futebol americano, Mike, que compete com Natalie à presidência, e depois começa a se mostrar um pé no saco com Spencer. E claro, Connor. 

Só por como citei Connor já se imagina quem ele seja. Kkkk Connor é o oposto de tudo que Natalie pensa que ele é, mas ele é um menino (com os pensamentos típicos). Quando Natalie começa a se envolver com Connor ela meio que o usa como uma válvula de escape, para todos os problemas que ela esta tendo que lidar. Mas o que ela não consegue ver é que Connor realmente tem sentimentos por ela, até mesmo pelo jeito com que ele age com ela, que segundo a própria Natalie é atípico dos meninos da Academia Ross. 

Uma das partes mais divertidas do livro é Spencer que protagoniza, juntamente com as “Rosstitutas” que dão muito o que falar na Academia. 

Uma personagem que chama um pouco atenção é a Srta. Bee, que é como se fosse um espelho para a protagonista Natalie. Só que ela no meio de suas escolhas e perdida em si mesma, não consegue lembrar que a Srta. Bee também foi uma adolescente que cometeu seus erros e pagou por eles. 

Não sou esse tipo de garota mostra que mesmo você querendo ser de um determinado jeito, aquele determinado jeito nem sempre é o que você precisa ser, ou tem que ser. Mostra como algumas escolhas poderiam nos mudar, mas que seguindo nossos instintos nos tornamos melhores do que imaginávamos fazendo coisas que pensávamos ser erradas. E claro, devemos ser o melhor para nós e não para os outros. 

Recomendo é um ótimo livro pra ler em intervalos de leituras pesadas e maçantes. 

Classificação Final: 




Título: Não Sou Esse Tipo De Garota
Páginas: 248
Autor(a): Siobhan Vivian 
Tradutor(a): Marsely de Marco Martins Dantas 
Editora: Novo Conceito Jovem