Oi pessoal, como tinha muito tempo que eu não indicava nada para vocês hoje eu vim fazê-lo. Da última vez eu mostrei para vocês alguns filmes clássicos pelos quais sou apaixonada, então dessa vez vou indicar livros clássicos, espero que gostem das minhas escolhas, da próxima vez que aparecer aqui com essa coluna, vou deixar os clássicos de lado e passar para outra modalidade! Sem mais enrolar, vamos aos livros selecionados!


O Morro Dos Ventos Uivantes

O Morro Dos Ventos Uivantes ambienta-se em Yorshire do século XVIII e narra a história de duas famílias - Linton e Earnshaw - unidas pela paixão e pelo ódio. A intensidade dos sentimentos ultrapassa até mesmo os cânones românticos. É um dos mais importantes clássicos da literatura inglesa e mundial. Uma autêntica obra prima.




Orgulho e Preconceito

Quando dois jovens ricos chegam a Longbourn, as moças se alvoroçam, projetando neles o sonho de um marido promissor. Nesse contexto, orgulho e preconceito temperam os encontros de Mr. Darcy e Elizabeth Bennet, protagonistas desta brilhante comédia de costumes sobre a Inglaterra provinciana do século XVIII.





Razão e Sensibilidade

Jane Austen (1775-1817) — considerada uma das mais importantes representantes da literatura inglesa, ao lado de Shakespeare — passou toda a sua vida no interior de um diminuto círculo social, formado pela aristocracia rural. Tematizando o dia-a-dia das pessoas comuns, com fina ironia e aguda percepção do ser humano inserido na sociedade da época, Austen introduziu o romance inglês na modernidade.Razão e sensibilidade (1811) é a história de duas irmãs — Elinor e Marianne, respectivamente a “racional” e a “sensível” —, as quais, em razão do falecimento do pai, têm de se adaptar a um estilo de vida mais modesto, em meio a uma sociedade inteiramente dirigida pelo status social.


Viagem ao Centro da Terra

Axel está prestes a viver a aventura de sua vida, ainda que a contragosto. Obrigado pelo tio a acompanhá-lo numa expedição ao centro do planeta, o jovem e perspicaz narrador diverte o leitor com seu bem-humorado relato da jornada, angustiado diante das excentricidades do genial professor Lindenbrock e de seu impassível guia. Fruto de meticulosa pesquisa, Viagem ao centro da Terra alia entretenimento a informação. Explorando culturas, cidades e mares, reconstrói a evolução do planeta e prova que nada é impossível quando se tem coragem. Pelo menos, o bastante para encarar uma inversão fascinante e, ao mesmo tempo, terrível bem debaixo de nossos pés: uma aparente semelhança revela o mais profundo estranhamento de nosso próprio mundo, colocando em xeque todo o conhecimento de uma sociedade. Mas é da destruição que surge o prazer da descoberta. A narrativa detalhada, poderosa e ritmada nos desafia a correr à internet para procurar cada lugar, checar cada informação. Até o momento em que o leitor perceberá estar — como Verne queria — cativado e irremediavelmente curioso, ávido por entender melhor seu mundo e a si próprio.


Dom Casmurro

Escrito para sair diretamente em livro, o que ocorreu em 1900, embora com data do ano anterior, o terceiro romance da "trilogia" realista de Machado de Assis sugere três leituras sucessivas: a primeira, romanesca, é a história da formação e decomposição de um amor, do idílio da adolescência, passando pelo casamento, até a morte da companheira e do filho duvidoso; a segunda, próxima do romance psicanalítico e policial, é o libelo acusatório do marido-advogado à cata de prenúncios e evidências do adultério, tido por ele como indubitável; e a terceira, mais instigante, deve ser realizada à contracorrente, pela inversão do rumo da desconfiança, transformando em réu o próprio narrador, em acusado o acusador. Este, na ânsia de convencer a si mesmo e ao leitor da culpa da mulher, monta uma rede intrincada de armadilhas para defender a reputação de um-cidadão-acima-de-qualquer-suspeita que, estando com a palavra, tenta seduzir o "fino leitor" e a "castíssima leitora", ganhar-lhes a simpatia.


Curtiram as dicas pessoal? Eu espero que sim... Por enquanto vou ficando por aqui, mas como eu disse no começo do post, a próximo As Duas Indicam não trarei mais clássicos, ainda não decidi um tema específico (aceito sugestões!). Bom é isso...


Obrigada por ler todo o post...
Até o próximo post...
Beijos e beijos