[RESENHA] Quem é Você, Alasca?

4/21/2014 Andressa Costa 0 COMENTÁRIOS

Quem é Você, Alasca? foi o primeiro livro lançado por John Green, em 2005, consagrando-o como um dos mais notáveis autores de young adult da atualidade. Na história conhecemos Miles Halter, um jovem que decide largar a mesmice de sua vida para ir atrás de seu Grande Talvez. Ao entrar para o internato Culver Creek, conhece Alasca Young, uma jovem cheia de segredos que gira seu mundo de cabeça pra baixo.

Miles não tem muitos amigos em sua cidade, e é fissurado por últimas palavras ditas por pessoas antes de morrerem. Motivado pela frase de François Rabelais "Saio em busca de Grande Talvez", ele decide que não irá encontrar o tal em sua cidade no Alabama, e vai para o colégio interno onde o pai estudou.


 Ao fazer amizade com seu colega de quarto Chip, O Coronel, que o apelida de Gordo, em contraste com a magreza de Miles, é apresentado à Alasca Young. Miles logo se apaixona por ela. 

O livro é narrado por Miles, e separado em duas partes: antes e depois (leia o livro pra saber do que). O antes nos mostra a adaptação de Miles às rápidas mudanças que ocorreram em sua vida, como fazer amigos, se apaixonar, integração num ambiente social novo. O depois é, basicamente, ele e seus amigos tentando desvendar incansavelmente o labirinto que era a vida de Alasca.  

Como o livro diz, Alasca é inteligente, espirituosa e problemática. Gostei dela, apesar de ela ser um pouco bastante bipolar. Já Miles é, na minha opinião, meio bobinho rs mas não burro. Ele é muito inexperiente com a vida, nunca teve muitos amigos, nunca conviveu muito com tudo que do nada passa a viver dentro de Culver Creek. Lá ele tem seu primeiro beijo, primeira bebida, primeiro cigarro, primeira bronca na escola, primeiro tudo, o que me faz achar que uma das coisas que o atraiu em Alasca, além de ela ser culta e sedutora, foi o ar destemido e vivido dela. Tudo no novo colégio é uma grande reviravolta em sua vida. 

Não sabia se podia confiar nela e já estava cansado de sua imprevisibilidade - fria num dia, meiga no outro; irresistivelmente sedutora num momento e insuportavelmente chata no outro.

Preciso confessar que esse livro me deixou uma dúvida à respeito de John Green. Quando li A Culpa é das Estrelas, amei muuuuito de chorar por dias, mas não consegui ler Teorema Katherine de tão tediosa que a leitura foi ficando, e Quem é Você, Alasca? é um meio termo. Não o acho entediante, longe disso, mas meus sentimentos com TFIOS nem se comparam com Alasca. Não vou negar que John Green é um ótimo autor, com uma narrativa fácil, inteligente e agradável, mas depois desse impasse não sei o que pensar. Espero ler Cidades de Papel e ter uma opinião definida.  Aos fãs de John Green, não mereço ser linchada 

Ah, vale comentar que dia 17 de abril de 2014 morreu Gabriel García Márquez, que em sua obra O General no seu Labirinto retratou a morte de Símon Bolivar, que disse em sua última frase: "Como vou sair deste labirinto?" O livro é um dos preferidos de Alasca, que carrega a frase como um de seus próprios mistérios.

Passamos a vida inteira no labirinto, perdidos, pensando em como um dia conseguiremos escapar e em quanto será legal. Imaginar esse futuro é o que nos impulsiona para a frente, mas nunca fazemos nada. Simplesmente usamos o futuro para escapar do presente.

Título: Quem é Você, Alasca? | Páginas: 256
Autor(a): John Green | Tradutor(a): Rodrigo Neves | Editora: WMF Martins Fontes

0 comentários: