[RESENHA] O Segredo do Meu Marido

6/02/2014 Carol Oliveira 1 COMENTÁRIOS

Oie gente, hoje vim falar de um livro que foi uma super indicação da Eve do blog Hey Evellyn! Quando ela me indicou ele eu estava lendo outros livros e acabei adiando a leitura, mas depois de termos ido a Turnê Intrínseca aqui no Rio, e de na nossa sessão só ela ter lido o livro fiquei abismada e queria fazer parte desse clubinho de pessoas que leram O Segredo do Meu Marido! 

Então, vamos ao livro pois pressinto que essa resenha será um pouquinho grade. 

O Segredo do Meu Marido conta a história de três mulheres distintas, e com histórias muito diferentes. A primeira a nos ser apresentada é Cecilia, uma mãe de três filhas, Isabel, Esther e Polly, casada com o homem de seus sonhos, John-Paul, o pai perfeito e com uma vida maravilhosa.


Sua filha do meio Esther, de época em época apresenta certas obsessões, e a da vez era o Muro de Berlim. Cecilia, como uma mãe dedicada conversando com a filha, lhe conta que tem um pedaço do muro, comprado durante uma viagem que fez antes da derrubada do mesmo, e que ele está em algum arquivo no sótão e então ela vai em busca da pedra e ao pega-la acaba encontrando também uma carta, com aspecto antigo, escrita por seu amado John-Paul endereçada a ela, mas com um agravante, ele pede que ela só abra a carta depois de sua morte.

Como uma boa esposa, Cecilia não abre a carta. Não sei como, eu não teria pensado tanto quanto ela! E essa agonia para descobrirmos o que tem na carta continua até o fim do capítulo, até que no segundo conhecemos Tess.

Tess é mãe de um menininho e casada com Will. Ela, seu marido e sua prima Felicity são sócios e trabalham juntos todos os dias, na verdade Felicity já é praticamente um membro da família deles. Tess nunca viu problema nisso até que sua prima perde 40kg, fica linda e ela e seu marido vem lhe contar que estão apaixonados um pelo outro. Em choque pelo acontecido, Tess pega seu filho e “foge” para a casa da mãe, dando ao marido e a prima uma “chance” de consumar sua traição e darem um jeito de acabar com esse caso absurdo.

Ok, isso no capítulo 2, quando chagamos no 3 conhecemos então Rachel, uma senhora já viúva, que tem uma história que todos no “bairro” conhecem, ela é a mãe da menina que foi achada morta estrangulada com um rosário na mão. Rachel está abalada mais uma vez por seu filho, a nora e seu amado netinho estarem planejando uma mudança para Nova York. Ah esqueci de falar, a história se passa em Sidney, na Austrália!

Tá ai vocês me perguntam, “então Carol, onde a vida delas se interligam?”

E eu lhes respondo, como Tess não faz ideia de quanto tempo irá passar em Sidney, decide que seu filho não pode deixar de frequentar a escola, e quando sua mãe arranja uma vaga na escola em que a própria Tess (e claro, Cecilia, o marido, a filha da Rachel...) estudou ela conhece Rachel, que atualmente é a secretária da escola, e logo na saída da matrícula conhece Cecilia, que sendo quem é, comanda a Associação de Pais e Amigos e conhece todo mundo! E claro, a vida delas se interligam muito mais quando outros segredos veem a tona! hahaha

Gente esse livro é MUITO BOM, vocês precisam ler!
Na verdade, quando você começa não consegue mais parar e assim, no início do livro a gente quer a todo custo saber o que está escrito na carta, qual o segredo do marido da Cecilia, e quando nós descobrimos o que é o que não demora muito, não tem como não parar de ler!
Um livro maravilhoso, com muitas surpresas e reviravoltas e claro um final mais que surpreendente, que passa diversas mensagens no seu texto que TODOS deveriam ler, e parar um pouquinho para pensar na vida!

Vou parar por aqui pois essa resenha já está enorme!

LEIAM O SEGREDO DO MEU MARIDO, gente, sério é muito bom!


Título: O Segredo do Meu Marido | Páginas: 368 | Autor(a): Liane Moriarty
Tradutor(a): Rachel Agavino | Editora: Intrínseca

1 comentários:

Fabiana Scola disse...

Eu li esse livro sem a menor perspectiva, foi um leitura enroladinha, com parte bem chatas, mas fui me envolvendo e querendo saber qual seria o final. Pronto, me surpreendeu ahahahahahah.
Valeu muito e hoje indico, li o Pequenas grandes mentiras, esse foi fraquinho, agora estou pelo ultimo "Até que culpa nos separe", para tirar a prova se gosto ou nao das historias da Liane :)