[RESENHA] Tiger's Saga #5: A Promessa do Tigre

12/14/2014 Aninha Goulart 0 COMENTÁRIOS

Pra quem ama o universo de Tiger’s Curse, temos agora o antes de Kelsey, a história do antes de os irmãos Rajaram serem amaldiçoados... E o melhor? Narrado na visão daquela que foi alvo da primeira disputa entre os irmãos (bem antes do: Quem irá ficar com Kelsey)... Sim! A promessa do tigre é narrada por aquela de que muito se ouviu falar, mas que na verdade pouco se sabia... Yesubai \o/

Bom então vamos aos finalmentes... E descobrir o que achamos sobre a história (AVISO , está resenha pode, e provavelmente conterá spoilers)
O livro narra a história dos príncipes no tempo em que eles foram amaldiçoados, a história da infância e criação de Yesubai, como Lokesh chegou ao trono e o que fez para chegar lá, como os príncipes se envolveram nesta história, o que fez Kishan  trair seu irmão, e qual era realmente a relação de Kishan e Yesubai.

Eu achei está versão particularmente interessante, por que, por mais que fosse explicado nos livros da saga, como os príncipes viraram tigres, sempre ficava a questão de “Se o Lokesh é um feiticeiro tão poderoso, o que diabos ele fez de errado, que ao invés de matar os príncipes, ele os transformou em tigres?” e para mim, está foi A questão respondida em A Promessa do Tigre, porque eu realmente ficava pensando “Nossa mas ele é um feiticeiro fodastico, mas não tão fodastico assim, porque ele não matou os príncipes”, e bom agora sabemos que a maldição na verdade foi o que salvou nossos príncipes amados.

Outra opinião que mudou, e acredito que tenha sido a principal, é que eu achava a Yesubai uma égua (pra não usar outro animal que ficaria mais pesado), não que eu pensasse que ela havia ajudado o Lokesh a organizar os planos maléficos dele tudo mais, mas ela foi condizente, por que ela não fez nada (está era a opinião antes de A Promessa do Tigre), mas eu aprendi que ela foi uma menina sofrida e que não teve muitas opções, apesar de achar que de muitas formas ela ainda tenha sido fraca e que muitas coisas poderiam ter sido diferentes, se ela tivesse trabalhado melhor suas habilidades e enfrentado o próprio pai.

Mas devemos admitir que o mundo na visão de Yesubai é muito interessante, e que preenche varias lacunas, que foram deixadas durante a saga, a respeito da maldição.

Fiquei realmente muito feliz de saber que o amor de Yesubai por Kishan era verdadeito (porque eu achava que ela era só uma égua que tinha enganado meu príncipe lindo), e também fiquei realmente triste por saber todo o sofrimento que ela sofria nas mãos de Lokesh, apesar de já esperar que ele não fosse um bom pai, eu jamais pensaria nas atrocidades que ele fazia com ela, usar a própria filha sem nenhum remorso e coisas assim... Para mim só duas coisas ficaram ruins neste livro: A capa e a linguagem, por quê? A capa por que eu realmente esperava mais, esperava uma capa que chamaria a atenção como as demais capas da saga. 

A linguagem é moderna e de fácil leitura, isto é muito bom, mas... O livro é narrado por uma pessoa que viveu a mais de 300 anos atrás, então o mínimo que deveria ter era uma linguagem mais formal, por que naquela época, mesmo que você estivesse trancado, dentro de um quarto, conversando com uma pessoa que você tem intimidade a linguagem usada seria formal, então como eu não li o original não posso dizer se foi uma falha da autora ou da tradução, mas achei realmente uma falha. Durante toda a saga, é aceitável que a linguagem usada seja mais moderna, porque embora os príncipes venham de outra época, eles passaram por todas as mudanças que o tempo trouxe, porem em A Promessa do Tigre eu não achei legal, por que não era a linguagem usada da época.

Tirando estes dois aspectos que me desagradaram, eu achei a história ótima, bem escrita e emocionante, vale a pena ler :D

0 comentários: