[RESENHA] Collide #1: Tensão

3/30/2015 Aninha Goulart 16 COMENTÁRIOS

Oi amores hoje nos iremos falar sobre o livro Tensão, lançado pela Editora Arqueiro, sinceramente não consigo pensar direito sobre como fazer está resenha, porque eu ainda não acertei meus pensamentos a respeito deste livro, e por que? Porque essa autora tem um dom especial de deixar o coração das pessoas em FRANGALHOS! Simples assim, mas acho melhor começar a falar sobre a história não é?

Emily Cooper vê sua vida ser virada de cabeça para baixo, quando perde a mãe para o câncer, e quando sua vida perde um pouco o sentido é preciso que se tenha um novo começo. Quando Dillon Parker seu namorado lhe propõe ir morar com ele em Nova York ela decide ir, e começar a vida ao lado do namorado em uma cidade que não lhe trará lembranças da mãe o tempo todo.  Mas aquilo que era uma ótima ideia, começa a se mostrar uma grande confusão.
Ao chegar a Nova York, Emily arruma um emprego temporário como garçonete em um restaurante no centro de Manhattan, em seu primeiro dia há um problema com o motoboy e ela precisa fazer uma entrega, e é neste momento simples em que ela está fazendo o seu trabalho, que casualmente ela se encontra com Gavin Blake, um empresário muito bem sucedido e incrivelmente sexy. Logo quando se encontram rola uma tensão e uma atração inexplicável entre eles.

Gavin se vê envolvido por uma estranha, Emily se vê atraída por um gato misterioso que começa a habitar os pensamentos que deveriam pertencer a seu namorado. É quando Emily descobre que na verdade Gavin e Dillon são amigos que as coisas tendem a piorar, pois agora ele não é mais só um estranho que habita seus pensamentos, é o sexy amigo de seu namorado com o qual ela tem que conviver.

A história é bem escrita e envolvente, mas eu tive MUITA dificuldade para conseguir terminar de ler. Mas Aninha você acabou de dizer que a história é envolvente, está se contradizendo! Não, não estou. A história é sim envolvente mais a Emily é TÃO irritante que eu tive que largar o livro um pouco, dar uma respirada e ver se conseguia recuperar a paciência para seguir com a leitura. Eu realmente fiquei irritada com a Emily por que ela é muito lerda (pra não dizer burra ou imbecil), e permite que o namorado controle seu mundo de uma maneira que para mim é surreal (Mas Aninha existem muitas mulheres que agem assim, existem e eu também as acho imbecis!), é uma personagem que acaba perdendo o controle da própria vida sem perceber, que acaba achando que é normal, ou que ela é culpada, por coisas que se ela pensasse um pouquinho mais não seriam assim. Ela é uma boa personagem, em alguns pontos ela é muito forte e é inteligente, mais sei lá, às vezes parece que o cérebro dela é possuído pelo ritmo ragatanga e tudo o que a torna uma mulher inteligente desaparece.

Falar sobre o Gavin é muito fácil, porque ele é exatamente o tipo de personagem que eu gosto, é um homem forte e inteligente, que sabe o que quer e luta pelo que quer, ele também tem uns mimimi irritantes, mais ele pode porque ele é apaixonante <3. O Dillon é o tipo de personagem que é interessante, simplesmente por sua existência, faz com que o leitor tome um ódio instantâneo mas que ao mesmo tempo o admire, porque ele é muito esperto.

Não consegui encontrar um personagem que seja ruim nesta história, daquele tipo “nossa esse nem precisava existir”, todos são bem escritos e todos os que são constantemente mencionados tem uma participação bem descrita. Achei super interessante a história ser contada em terceira pessoa, por que a maior parte deste gênero é em primeira pessoa, e a terceira pessoa permite que sejam mostradas as perspectivas de vários personagens, talvez isto tenha facilitado também um pouco a leitura, porque não fica só nos mimimi da Emily. Tem muitos vai e vem, chove e não molha no decorrer da trama, mas ainda assim te envolve de uma maneira surpreendente, é o tipo de história que quando eu larguei por estar irritada eu pensei “pronto já vi que esse livro vai ser uma droga e eu vou terminar querendo matar a autora por não saber escrever”, sim eu pensei isto, mas ai me forcei a terminar de ler, e o continuo querendo matar a Gail, mas não pelos motivos de antes, mas porque o livro foi realmente surpreendente e esmagador, eu terminei a história com o coração em frangalhos! 

Eu não estou ansiosa para ler Pulsação, estou DESESPERADA! A muito tempo um livro não me deixa assim, querendo saber se a personagem vai tomar rumo ou não, se vai continuar fazendo besteiras ou se finalmente vai tomar as rédeas da vida dela e fazer coisas incríveis.


Título: Tensão | Série: Collide | Páginas: 336 | Autor(a): Gail McHugh 
Tradutor(a): Claúdia Costa Guimarães | Editora: Arqueiro

16 comentários:

Lucas Castelo disse...

Gostei do livro pelo fato de ter lhe deixado em frangalhos, gosto de livros deixam a gente assim, são livros intensos, e isso já me deixou animado :)


http://palavrasdelucidez.com.br

Kíria Simões disse...

Poxa, nunca li nada da autora e acho que estou começando a me arrepender rsrs.
Não curto muitos mimimis que venho encontrando nos livros ultimamente, então acho que vou colocar o livro na lista e esperar um momento adequado, quando estiver com paciência para Emily. Engraçado, tinha uma impressão totalmente diferente desse livro, não tinha lido nem a sinopse, mais quando vi o título cheguei a pensar que seria algo na mesma linha do Harlan Coben, não sei se fico feliz ou triste por isso rsrs tenho grande amor pelo Harlan.
Enfim, adorei aninha, mais só queria saber uma pequeno detalhe que tenho certeza que não irá me responder kkkk.
Com qual dos dois ela fica? Viu, agora vou ter que ler o livro.
xoxo
http://nosleitoras.com/

Nossa, gostei muito da sua resenha e estava com vontade de ler o livro, ate na hora que cheguei no: "(...) Emily é TÃO irritante (...)" eu odeio livros com personagens irritantes ao ponto de deixar nós leitores com raiva ou preguiça de terminar o livro kkkkk.

Beijos
http://entaotudoaconteceu.blogspot.com/

Tony Lucas disse...

Oi, Aninha! Tudo bem? Nossa, que livro mais conflituoso, né? Só de ler a tua resenha (muito bem escrita e divertida, por sinal) percebi que o livro nos faz mudar de opinião a cada capítulo! Mas pelo que pude ver, no final, a história te conquistou. Se eu ler o livro, espero também ser surpreendido por ele e ficar extremamente ansioso para a sua sequência! :)

Abraço

http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

Livros da Jess disse...

Já tinha ouvido falar sobre esse livro mas não tinha dado muita bola... Sua resenha foi bem esclarecedora e acho que vou dar uma chance para a leitura =)
Beijos!

OOOi!!

Que história de amor e ódio entre você e o livro <3 <3 <3
Eu já li algumas resenhas e a opinião é unanime, todos dizem que o livro é supreendente. Tenho vontade de ler, certeza que vou odiar a pensonagem. Odeio quando não tem personalidade e acabam deixando que os outros tomem conta da sua vida.
Gostei de saber que os demais personagens são apaixonantes.
Espero que o segundo livro te prenda como esse <3 <3


Beijinhos,
www.entrechocolatesemusicas.com

Jeni Viana disse...

Oi! Tudo bem?

Meu, parece que a cada resenha que leio sobre esse livro, mais fico indecisa sobre ler ou não. Sério, ao mesmo tempo em que o povo diz que a protagonista é completamente irritante, comenta que o livro é incrível e de tirar o fôlego!

Espero que a continuação seja melhor!

Um beijo,
Doce Sabor dos Livros docesabordoslivros.blogspot.com

Vinicius Lima disse...

Olá, nunca li nada dessa autora e confesso que não tenho vontade, mesmo com várias opiniões positivas sobre suas obras, não sinto interesse, principalmente pelo gênero que ela escreve. Adorei a sua resenha, está ótima.

Beijos.

Matheus Braga disse...

Hey Ana, tudo bem?

Não é a primeira resenha que leio de Tensão que as pessoas querem entrar no livro de dar uma tijolada na cara da Emily, sério, já chamaram ela de tudo, só faltou Santa HAHAHAHA. Ultimamente tenho corrido de livros NA, pois estou sentindo uma vibe "mais do mesmo", sabe? Sempre aquela cena da moça encontra o empresário ric/bad boy vocalista de banda/ etc... e se apaixona mas tem um relacionamento conturbado, ou o cara é comprometido, e por aí vai. Sem falar que esse vai e vem, chove e não molha é irritante e me dá vontade de tacar o livro na parede HAHAHAHA. Por isso estou ficando mais em fantasias épicas e livros de terror e suspense. A capa é bem chamativa, gosto de títulos em vermelho, pois chamam muito atenção. Parabéns pela resenha.

Abraços,
Matheus Braga
Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

Gabby Soares disse...

Hey, tudo bem?

Essa é a segunda resenha que leio desse livro que aponta para o fato da Emily abaixar a cabeça para o namorado demais, deixando-o controla-lá e apesar de ter uma certa vontade e curiosidade para ler esse livro fico muito desanimada. Acho que eu acabaria tendo dificuldade para terminar a leitura por causa disso também, me irrita demais personagens desse jeito.

Beijos.
Dois Dedos de Prosa

Paty Souza disse...

Gente do céu, eu nem conheço essa Emily, mas já estou detestando ela hahaha....todos são unânimes em falar que essa personagem é chata demais, e uma protagonista assim pode sim, interferir no bom andamento da leitura e pesar na avaliação final.
Já Gavin pelo que tenho visto, é o personagem que cativa todos, e é ele que está me deixando ansiosa pela leitura, mas vou aguardar o lançamento do livro 2, não quero ficar em desespero.

Beijos.
Leituras da Paty

Fernanda Moura disse...

Oi Aninha!
Não conhecia esse livro, mas me parece legal. Quem não gostaria de esbarrar em um desconhecido sexy em Nova York?

Beijos,
Fernanda
www.oprazerdaliteratura.com.br

Odiei a Emily... por causa dela foi uma verdadeira Tansão ler esse livro...
o Gavin é perfeito, se bem que algumas vezes quis dar um sacode naquele homem, mas minha cota de ódio foi toda pra Emily, pior mocinha ever!!!
Nunca demorei tanto para ler um livro como foi com esse... e o pior é que quero ler a continuação..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk]
O que será que isso diz sobre mim???
Beijos

Carol Koplin disse...

Oi Ana! "Ritmo ragatanga" foi demais! kkkkk...
Eu estava interessada por esse livro somente pela capa! Rsrsrs... Mas é a primeira vez que leio a resenha e estou morrendo de vontade de ler. Estou com ele no meu Kobo e vai ser a leitura dessa noite! Quanto a protagonistas cheias de mimimi, acho que ela é amiga da Érika (E. L. James)??? Porque igual a Anastasia com a sua deusa interior não tem igual! Kkkkkkkkkk....

Amei sua resenha! beijinhos!

www.citacaonumclick.com.br

Thaysa Garbosa disse...

Oii.
Confesso para você que essas personagens submissas me irritam também! Mas se você gostou mesmo assim, vou dar uma chancinha a ele haha

Beijos ;*
Proseando com uma BibliophileFacebook

Aninha Goulart disse...

Oi! Que bom que também gostou do livro, é um livro bem forte né?