Oi, oi amores... Hoje venho contar pra vocês o que eu achei do livro Entre Garotos, do nosso parceiro Pablo Torrens, e já aviso que teremos uma surpresa MARAVILHOSA para vocês (por que teremos surpresa? Porque nos podemos U.U), essa parceria veio daquele jeito sensacional que nos encanta, e hoje posso dizer que mais do que valeu a pena fecha lá, por quê? Porque o livro é sensacional e agora vou contar um pouquinho dele e do que achei da história para vocês :D 

Entre Garotos conta a história de Elder, um garoto criado em uma família religiosa, que segue a risca todos os mandamentos pregados pela igreja, o destino de Elder já esta programado desde que ele era uma criança, e qual é ele? Depois de completar 18 anos ele irá para a missão nos Estados Unidos, onde ficará por 2 anos pregando os ideias de sua religião, quando voltar ele deverá se casar com alguma garota da igreja e constituir família. Pelo menos é isto que seus pais esperam, e como um garoto que segue todos os mandamentos da igreja e as ordens de seus pais, sem questionar e temendo que sofra alguma reprimenda de Deus por não seguir tudo aquilo, pode desviar daquilo para que foi criado para se tornar?

As coisas mudam quando a família recebe um novo vizinho de frente, um garoto que desperta coisas que Elder não entende, e que só o fazem ficar mais e mais perturbado, pois para um menino da igreja que nunca sequer interagiu com uma menina, ver-se sentindo atraído por outro menino, levando em conta toda a situação de uma viagem eminente da qual ele só irá para agradar a família. As coisas só tendem a piorar quando ele se da conta de que o sentimento é recíproco, ainda que conturbado, mas Elder percebe que Rodrigo sente o mesmo que ele, e esta constatação coloca tudo em sua vida sob uma nova perspectiva.

Com o futuro planejado pelo pai, Elder deverá ir para os EUA para a missão, mas antes disto ele irá ter encontros com Bruna, outra garota da igreja com a qual eles planejam que Elder comece a namorar. O que os pais de Elder não imaginam, é que a realidade dele e de Bruna é outra, e este é o gatilho para diversos acontecimentos, que nem Elder e nem nenhum dos que estão a sua volta estavam preparados para viver.

Gente há algum tempo eu não lia um livro que me remetesse tanto a realidade, o que sempre faz com que meu coração fique em frangalhos. Pablo conseguiu colocar em um livro encantador, temas que estão sempre em foco na nossa vida social. Já vi muitos livros com temas homossexuais, admito que não tenho conhecimento da história de todos eles, mas acredito que poucos são os que conseguiram retratar de uma maneira clara e simples a realidade de um garoto que vive em função de suas crenças e das de sua família e que acaba por descobrir que a realidade que o fará feliz é completamente diferente.

Diferente da maioria dos livros que retratam o tema e acoplado a homossexualidade vem o Bullying, e é sim algo que tem de ser tratado, pois acompanha a realidade homossexual. Pablo nos trás um ponto importantíssimo e que acredito que quem nunca viveu, conhece alguém que passou por isso: viver em uma realidade religiosa travada e antiquada, que não aceita nada que não seja “seguir e propagar os preceitos da religião, casar (homem e mulher) e ter filhos”, ver que seus pais não aceitam nada que fuja a isto, e ser homossexual. Então como decidir-se entre seguir a religião a qual você acredita e esta ao lado de sua família, e ser feliz com a opção sexual que você tem? É um tema delicado e polemico que ainda hoje muitas pessoas preferem não falar e às vezes sequer pensar.

A maneira como no livro tudo isto é retratado é encantadora e viciante, você começa a ler e não quer mais largar, quando assusta, já esta terminando a história. É um tema delicado, pois tudo o que se refere a religião torna-se delicado, uma vez que o ser humano na maioria das vezes acredita que sempre a opinião e a religião dele que está 100% certa, e ai vem a visão clássica de que o homem foi feito para a mulher e vice e versa, como acreditar que o Deus que sempre te regeu e acompanhou, no qual você sempre acreditou vai te abandonar só por causa da sua orientação sexual? Para mim está sempre foi uma questão polemica (para não dizer ridícula), pois você não deveria seguir sempre sendo uma pessoa boa para com os outros e consigo mesmo? E isto por si só já não deveria fazer com que a vida nas graças de Deus fosse bem colocada? E mais como um Deus que nos perdoa por sermos seus filhos, ainda que pecadores, pode te rejeitar pela sua opção de felicidade? As questões são muitas e infinitamente polemicas rs.

Elder é um garoto maravilhoso, educado e gentil com todos, que faz tudo o que pode para deixar a família feliz, então como ele poderia não ser mais amado pelo Deus ao qual ele sempre serviu? Este é um tema que realmente me encantou, afora o tema da amizade e da descoberta, pois Elder começa a se dar conta de que o mundo não é só aquela bolha em que ele vivia, e que é possível ter amigos com os quais ele pode desabafar sobre qualquer coisa e que irão entender ele. A relação que se estabelece entre o Elder e a Bruna simplesmente me deixou apaixonada, é engraçada de uma maneira que só quem vive uma situação de amizade verdadeira pode entender. Seu relacionamento (se é que podemos chamar concretamente assim) com Rodrigo se da de uma maneira natural e simples mostrando a realidade da descoberta sobre estar apaixonado por outro, e é lindo a maneira como os acontecimentos e as relações se estabelecem entre os personagens.

A história é muito bem escrita e desenvolvida, as vezes pode parecer que são somente devaneios de um jovem perturbado (Sei que a maioria de vocês, assim como eu já passou por perturbações pelo menos semelhante, não finja!), mas é tudo muito bem conectado e te faz querer cuidar e ajudar os personagens, estou realmente apaixonada.

Título: Entre Garotos | Páginas: 190 | Autor(a): Pablo Torrens | Editora: CadmO

PROMOÇÃO


Agora vem a surpresa: Gostaram da resenha? Querem o livro pra vocês? Então algum sortudo ou sortuda vai ter a chance de ganhar, \o/ pois nós iremos sortear um exemplar de Entre Garotos para nossos leitores (é pra comemorar gente, bora lá *dançando*)

Pra concorrer ao exemplar é muito fácil basta vocês seguirem as entradas do Rafflecopter e não deixar de conferir os Terms&Conditions!



Promoção válida até o dia 30 de junho de 2015

Boa Sorte a Todos!

9 Comentários

Andressa Bernardes disse...

Livros que chegam tão perto da realidade, normalmente são os que mais nos fazem pensar. Gostei bastante do tema, até porque é um assunto que hoje está muito em foco e é uma situação comum. Pelo que você escreveu o autor conseguiu tratar bem do tema e criou uma história ótima, então espero ter oportunidade de conhecer. :D

RUDYNALVA disse...

Aninha!
O livro é realmente polêmico e gosto de apreciar o ponto de vista de cada autor sobre assuntos polêmicos.
Homossexualismo, religião e bullying são assuntos que merecem muita atenção e cuidado.
A pessoa deve mesmo ter a opção de ser feliz da forma como acha melhor e imagino como deve ter sido difícil para Elder tomar uma decisão.
Gostaria de acompanhar toda a trama bem escrita, de acordo com sua opinião.
Participo e do sorteio e mais tarde sairá divulgação no blog.
“Os homens não desejam aquilo que fazem, mas os objetivos que os levam a fazer aquilo que fazem.”(Platão)
Cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/


Suelen Mendes disse...

Nunca tinha ouvido falar do livro, mas a capa chama bem a atenção!
Nunca li nada desse tema, embora esteja cheio de livros assim ultimamente, mas gostaria muito de ler. Esse me pareceu bem realista, ainda mais por se passar no nosso país.
Bjus

Letícia Souza disse...

Oie
Adoro esses livros que tratam dessas polêmicas,eles são um prato cheio pra mim.Tenho um amigo que tem uma história muito parecida com essa só mudando alguns aspectos é claro então a leitura se torna ainda mais real.O autor parece saber abordar muito bem os dois temas sem causar confusão ou raiva em alguns leitores.Muito boa a resenha.

Sueli Cobbos disse...

Amei a resenha e fiquei com muita vontade de ler o livro. Homossexualismo, religião e bullying são temas super atuais e que estão sempre na mídia envoltos em brigas. Parece ser um livro bastante realista e atual, pois retrata um tema muito polemico. Quero!!!!

samantha disse...

Livro super polêmico, não sei o que esperar dele, mas me parece um livro bem interessante, bem realista, pretendo ler em breve!

Kemmy Oliveira disse...

Achei o enredo bem interessante porque é muito real
É uma pena que esse tipo de coisa ainda ocorra em pleno século XXI
Olha, ontem mesmo eu estive na igreja porque acho um bom ambiente, onde me sinto em paz. Mas quando começaram a falar sobre como os homossexuais são imundos e não sei o que eu apenas revirei os olhos e me retirei.
Não consigo tolerar esse tipo de coisa. Intolerância com os intolerantes, sim! E aguardando o dia em que o amor vencerá no mundo todo

Marisa Langher disse...

Não conhecia o livro mas a história é bem real e atual. Temas que sempre precisam ser abordados. Adorei sua resenha.

Anderson Jorge disse...

Achei a temática bem interessante, embora pareça um pouco batida. Mas co certeza me agradou e possivelmente eu lerei ^^

Deixe um comentário