[RESENHA] Os Bedwyns #3: Ligeiramente Escandalosos

4/25/2016 Aninha Goulart 0 COMENTÁRIOS

Oiii gente. Hoje nos vamos falar do terceiro volume da série dos Bedwyns. Eu não sei vocês, mas eu estava realmente ansiosa para ler este porque é a história da Freyja, e como suas aparições nas outras histórias foram bem marcantes (para uma mulher daquela época ela realmente sabia se impor), nada melhor do que descobrir a fundo qual a sua verdadeira história. Vocês sabem que minha maior ansiedade era pra saber a história do Bewcastle (falei sobre isto aqui), mas não me desapontei ao saber que o terceiro volume seria sobre a Freyja, porque ela realmente é uma personagem que já me encantou em suas outras aparições. Então sem mais delongas, vamos a história da mulher a frente de seu tempo :D


Freyja Bedwyn é uma mulher completamente diferente das demais damas da sociedade a qual frequenta, e por quê? Ela preza a liberdade e a independência acima de qualquer coisa, até mesmo do amor. Impetuosa e decidida, Lady Freyja não se submete as convencionalidades que regem a sociedade em que ela se encontra.

As coisas permanecem do jeito que Freyja está acostumada, sempre fazer o que quer  e como quer, porém as coisas mudam quando ela se encontra em uma estalagem que enlouqueceria Bewcastle se ele descobrisse que ela se instalara lá.

É quando Freyja conhece o Joshua Moore, o Marquês de Hallmare, um homem muito charmoso e misterioso, dono de uma beleza sem igual e uma reputação péssima, tudo se modifica. Quando se encontram a caminho da cidade de Bath, onde Freyja decide passar uns dias com uma amiga para fugir de seu passado, e Joshua vai visitar sua vó, tudo começa a mudar. A química entre eles é imediata e em meio a encontros e desencontros, Joshua faz uma proposta inusitada para Freyja: que ela finja ser sua noiva.

Para uma dupla que acha graça das convenções sociais, esta é só mais uma oportunidade de se divertir. Acontece que a brincadeira acaba trazendo consequências inesperadas e aquilo que era somente uma brincadeira acaba se tornando uma complicação. Aos poucos eles vão descobrindo as pessoas por trás das mascaras, e a diferença do que eles aparentam ser para o que realmente são se torna surpreendente.

Eu fiz muitas marcações neste livro, muitas partes me encantaram e surpreenderam. Eu não sei vocês, mas enquanto lia Ligeiramente Casados e Ligeiramente Maliciosos, eu sempre pensei que Freyja tinha mais em sua história do que o que era revelado no decorrer da história de seus irmãos. Ela sempre foi aquela personagem que é só mais um componente da história, mas que tem tudo para ser o personagem principal, e é isto que me faz querer ler desesperadamente o livro dela.

Tudo a respeito da história dos Bedwyns  é simples e ao mesmo tempo complexo. A autora tem um padrão de escrita e de história. São irmãos que já passaram da idade social adequada para se casar (no caso dos mais velhos) e que se recusam a se envolver com qualquer uma, para eles tem-se que amar e quando eles amam eles são completamente devotos aos objetos de seu amor, desta forma a história deles acaba decorrendo em um mesmo padrão, mas o que mais me surpreende é que embora nos possamos notar a semelhança em como as histórias decorrem, elas são completamente diferentes.

O livro de Freyja é o mais divertido até agora, ela é espirituosa e vive a frente de seu tempo, em um mundo em que mulher era sinônimo de submissão, ela nos mostra que não aceita menos do que ter os mesmos direitos que seus irmãos (a maioria das personagens femininas que se envolvem com os Bedwyns é forte, porém nenhuma como Freyja) e aquilo que a torna diferente das outras damas da sociedade é o que a torna encantadora.

A maneira como os personagens são escritos é maravilhosa, simples e clara. Joshua não é um exemplo de príncipe, como aquela delicadeza e romantismos que grande parte dos romances de época trazem. Ele é espirituoso e vive de acordo com as próprias regras. Os momentos mais engraçados são as conversas em que ele está envolvido. Ele e Freyja são muito irônicos e sarcásticos, o que torna a maior parte dos encontros deles divertidos.

A história de Freyja é incrível, talvez um pouco previsível pelo que foi apresentado nos livros anteriores, mas ainda assim é maravilhosa. Eu estou simplesmente fascinada e desesperada para ler Ligeiramente Seduzidos, que vai contar a história de Morgan a mais nova dos Bedwyns e que assim como a irmã não gosta de seguir os padrões sociais. 



Título: Ligeiramente Escandalosos | Série: Os Bedwyns | Páginas: 287 | 
Autor(a): Mary BaloghTradutor(a): Slightly scandalous | Editora: Arqueiro

0 comentários: