[RESENHA] Ten Tiny Breath #1: Respire

Meus hábitos literários mudam de tempos em tempo, algumas vezes são os livros policiais que estão na cabeceira, outras as biografias e os livros hot, mas entre uma leitura e outra, sempre têm um romance. Desde que li o primeiro romance New Adult, eu entrei numa enxurrada de romances do gênero, e Respire foi o que eu mais gostei.

Não é segredo nenhum, para ninguém que me conhece, que eu gosto mesmo é de um bom drama. Sabe aquele tipo de história em que o vilão é quase intocável, que nada parece dar certo por muito tempo, na vida dos mocinhos? Então, quanto mais drama assim, melhor.Por outro lado, eu sou bem chata. Têm de ter drama, mas não pode ser forçado e Respire é assim, ao mesmo tempo que tem bastante drama, cacetada em cima de cacetada, você consegue suspirar e ir se envolvendo com a história.