[SÉRIES] A História de Ester

4/20/2017 Aninha Goulart 13 COMENTÁRIOS


Oii seus lindos, hoje nos começaremos a falar um pouquinho sobre as series brasileiras, não sei se vocês sabem, mas ultimamente tem havido umas realmente boas, com diversos temas e que acredito que agradem a um público mais diversificado ainda.


E vamos começar essas postagens com a minha menina dos olhos: A História de Ester. Esta, como muitos sabem, é uma minissérie bíblica que foi produzida pela Rede Record, e transmitida em 2010, com 10 episódios que podemos encontrar na Netflix. Então vamos falar um pouquinho sobre a história que tem um lugar mais que especial em meu coração.

Hadassa, que futuramente seria conhecida como Ester, era uma menina judia que teve seus pais mortos por amalequitas, os maiores inimigos declarados dos judeus, e por esse motivo ela acabou sendo criada por um primo mais velho que é Mordecai, um oficial escriba do palácio, e ele se apega tanto a jovem Hadassa que ele acaba por trata-la como sua filha e não apenas uma prima.

Os anos se passam até um momento crucial da trama: a Rainha Vast desafia o Rei Assuero o que é impensável para aquela época e é desta forma que surge a necessidade de o Rei ter ao seu lado uma nova rainha. É por esse motivo que todas as virgens do império são levadas para o harém e viram as concubinas do rei até que este chame uma pelo nome e esta venha a se tornar a nova rainha da Pérsia e é neste ponto que a vida de Hadassa muda radicalmente, pois ela está ciente do ódio que muitos no palácio tem pelo povo judeu, Mordecai muda o nome de Hadassa para Ester de Susã, evitando assim que aqueles que odeiam os judeus no palácio possam fazer algum mal a garota.

Já dentro do palácio Ester enfrenta inúmeras intrigas e situações das quais ela nunca imaginou fazer parte como, o medo de ser descoberta,  perigo eminente do extermínio de seu povo e sua única esperança é o rei, um homem que ela mal conhece e por quem pode estar desenvolvendo sentimentos profundos, quando ela acredita que esteja de mãos atadas e com receio de ver seu povo ser dizimado é que a jovem hebreia pode descobrir qual o destino que Deus planejou para ela.

Esta é uma minissérie que fala de um texto bíblico, então claro que toda a trama é envolta por um contexto religioso por falar sempre de Deus, seus desígnios e mistérios, mas para além disso, esqueça toda a sua concepção de religião e tudo aquilo que você acredita, assista como a mais uma história e se perca neste enredo maravilhoso!

A história é muito bem construída e de fácil compreensão mesmo para aqueles que como eu nunca leram a história da Bíblia, e de uma forma geral tudo contribui: o cenário, a atuação dos atores e a narrativa construída pela roteirista. 

O elenco da série é muito bom, temos Gabriela Durlo como Ester/Hadassa, Marcos Pitombo como Rei Assuero, Paulo Gorgulho como Hamã o grande vilão amalequita (que o público realmente passa a odiar!) eEwerton de Castro como Mordecai dentre outros nomes que só enriquecem a produção e nos deixam mais e mais apaixonados.

Porém nem tudo foi perfeito e por isso preciso destacar alguns pontos que me deixaram meio perdida e que por consequência me incomodaram um pouco e que acredito que vale a pena vocês assistirem já sabendo. Os amalequitas são os seguidores dos preceitos do Rei Amaleque, um rei que odiava e perseguia os hebreus e que nas produções da Record só irá aparecer em Os Dez Mandamentos (também disponível na Netflix!).

Em determinada parte da história Ester conta que é judia da tribo de Benjamin, o que me deixou meio perdida por não saber que o povo hebreu se divide em doze tribos, e eu só me dei conta disto quando assisti José do Egito (outra produção que já pode ser conferida na Netflix!), nesta serie explica que Deus prometeu uma descendência numerosa a Jacó (que naquele momento vira Israel) e que de cada filho seu surgira um povo. Benjamin é o filho mais novo de Jacó então só quando assisti esta serie foi que entendi que Ester pertence a tribo que se originou no filho mais novo de Jacó.

A história é simplesmente encantadora, tirando alguns dramas que realmente poderia ter ficado de fora pois, na minha opinião, foram desnecessários não acrescentaram nada para a trama num contexto mais amplo. No mais só posso dizer que a minissérie por mais que aborde um tema religioso (o que sei que pode afastar algumas pessoas logo de cara!) é absolutamente apaixonante e posso dizer para vocês que eu vi todos os episódios e fazem sete anos que assisto eles quando bate aquela saudade de algo que faça meu coração se aquecer.



13 comentários:

Olá,

Sou a louca das séries e sempre estou na busca por novas. No entanto, não sou muito chegada a coisas religiosas, não fazem o meu tipo. Por isso, deixo a dica passar. Mas, é uma excelente série para quem gosta desse tipo de seriado.

F disse...

Ola
Eu amo series e sempre vivo a procura de novidades. Não conhecia esse, mas parece ser interessante, por mais que nao seja um genero que eu assista. Quem sabe poderia conferir alguns capítulos para ver se eu gosto. Obrigada pela dica!
Beijos, F

Olá!! :)

Eu não conhecia esta serie mas ainda abem que gostaste de assistir!! E tanto! ahah :) Fiquei algo curioso.

Enfim, acho ótimo que o elenco seja tao bom, e que a historia encante tanto, mesmo que com alguns dramas desnecessários...!

Boas leituras!! ;)
no-conforto-dos-livros.webnode.com

Olá,

Eu tenho meus momentos de "a louca das séries", ultimamente estou quieto, mas em breve devo voltar assistindo todas. Apesar de eu admirar muito o que é nacional e ser cristão, eu não assistiria essa série, pois não gosto dessa reprodução da bíblia, acho a bíblia um livro com muitas profundidades e as pessoas só produzem o superficial, passando outra visão para as pessoas, principalmente para aqueles que não tem e acham que tem conhecimento sobre o livro.

→ desencaixados.com

Jessica Alves disse...

Olá Aninha!
Poxa, você não faz ideia do quanto alegrou meu coração com essa postagem! De todas as minisséries e novelas, A História de Ester é minha favorita e queridinha!
Toda a história é tão envolvente e cativante, que não tem como começar e não terminar...
Amo e recomendo muito.
Bjs e até mais!!!

http://lovereadmybooks.blogspot.com.br

Nay Sartor disse...

Oie! Tudo bem?

Não consigo gostar de séries nacionais, ou de filmes! Os livros até gosto, mas de resto é bem difícil eu curtir, e essa mini serie não foi diferente, não senti vontade de conhecer ela, mas fico feliz que goste!

BJss

Tamires Marins disse...

Eu assisti essa série na época em que foi exibida e adorei! A Record, mesmo com poucos recursos, produz ótimas histórias do gênero.
Um dia vou rever!

Beijo

Olá,

Não acompanho séries brasileiras, mas já tinha ouvido falar sobre esta. Não me interesso tano pelo gênero, mas quem sabe eu dê uma chance?! Também já ouvi falar sobre os Dez Mandamentos e parece ser boa e ótimo saber que está disponível na Netflix. Amei a dica!

www.virandoamor.com

Oi.
Admito que em outras épocas eu fugiria à menção de série religiosa.
Hoje estou mais tolerante e já veria essa série como entretenimento e também como uma boa fonte para adquirir conhecimento.
Gostei muito das suas impressões sobre a série e pretendo dar uma chance.
Beijos.

Anelise Besson disse...

Oi!

Realmente me parece ser uma história bem legal e cheio de amor. É uma pena que houve esses dramas desnecessários, espero que eu não ache isso. Hahaha. Enfim, anotei a dica e parabéns pela review :D

bjs

Olha sinceramente eu não conhecia essa série da Record, porque eu só assisto SBT (risos) porem achei a história muito interessante e e me parece ser muito boa, porém nunca tenho tempo de ficar vendo muita série porque trabalho no outro dia. Mas mesmo assim gostei da sua resenha. Está muito bem elaborada e gostei de conhecer mais sobre a história.

http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2017/04/resenha-ninho-de-fogo-mestica.html

Criiiis ♥ disse...

Oiii!!!
Eu conheço um pouco da história de Ester pela parte bíblica. Eu fui muito tempo na igreja evangélica, e lá aprendíamos muito sobre as histórias que tem na biblia. Não sabia da existência dessa série. Bom saber que tem no netflix, assim que eu puder, vou querer ver com certeza.

Oi, tudo bem?
Eu confesso que não costumo ver muitas séries, menos ainda brasileiras e minisséries bíblicas não chamam a minha atenção, mesmo algumas parecendo ser bacana, como é o caso dessa. Enfim, fico feliz que você tenha gostado da série e quem sabe um dia eu não tento ver também.

Beijos :*