[RESENHA] A Garota Do Cemitério #1: Os Impostores

6/08/2017 Jessie 5 COMENTÁRIOS

Foto por Livros & Fuxicos
Não sei tenho certeza se já contei para alguém, mas eu sou completamente apaixonada por HQ's e sempre que procuro alguma leitura mais rápida acabo escolhendo uma para ler e foi assim que conhecer Os Impostores, primeiro livro da série de história em quadrinhos A Garota do Cemitério que está sendo lançada no Brasil pela Editora Valentina.

Ao acordar no cemitério sem memória alguma de sua vida e com apenas uma certeza: que acabou de morrer e voltar ao mundo dos vivos, vamos acompanhando a história de uma garota que inicialmente não sabe nem como se chamar, até que ela se denomina Calexa Rose.  Sem saber como foi parar no cemitério onde acordou, se há alguém a sua procura e se isso pode ser bom ou ruim, ela decide que viver naquele lugar é a melhor opção no momento.

Esperando e torcendo para recuperar a memória, Calexa passa a entrar nas casas próximas ao cemitério onde agora mora para conseguir comida e roupas e assim faz amizade com alguns moradores. A jovem também começa a acompanhar os velórios quando nota algo surpreendente acontecer: toda vez que a bênção final é dada ela consegue enxergar a alma se libertando. Sem saber se já possuía o dom esta é só mais uma coisa a qual ela tenta se acostumar.

Em uma noite jovens invadem o cemitério para tentar fazer um ritual macabro que sai terrivelmente errado e Calexa se torna a única testemunha de um assassinato brutal. Em dúvida sobre o que fazer e como ajudar a polícia a desvendar o mistério a garota ainda precisa lidar com a alma da vítima que invadiu seu corpo. Pode ser perigoso se revelar, mas os culpados não podem ficar impunes. Como ela pode lidar com tudo isso sem colocar ainda mais sua vida em perigo?

A HQ tem uma premissa muito boa e envolvente, além disso realmente me prendeu e terminei a leitura em pouquíssimo tempo (menos de vinte quatro horas!). Apesar de rápida e dinâmica a trama não é divertida ou leve, muito pelo contrário. Estamos o tempo todo envolvidos com dos dramas de Calexa e torcendo por ela e para que uma parte deste mistério seja desvendado

Além dos dramas pessoais da personagem principal relativos a sua falta de memória, o leitor ainda tem que lidar, junto com Calexa, com a implicação moral pela qual a adolescente passa entre tentar revelar os assassinos da vítima que co-habita o seu corpo e se manter segura.

Duas coisas me irritaram um pouco durante a leitura. A primeira delas é que o tempo todo Calexa ressalta o fato de que não se lembra de nada, apenas que morreu e voltou. No começo da história isso se repete praticamente em todas as páginas o que acabou por me incomodar durante o começo da leitura. A segunda delas é que o dilema de Calexa sobre como ajudar a garota assassinada tem uma solução tão óbvia e o autor realmente deu uma enrolada aí para conseguir mais páginas e eu simplesmente detesto quando isto acontece.

A última coisa que preciso ressalta que me deixou um tanto frustrada com o livro é que o final deixa mais pontas soltas do que tudo. Alguns fatos sobre o passado da garota são revelados, mas eles são quase que totalmente irrelevantes no que diz respeito a solução do mistério apresentado.

Uma das coisas que mais gostei foi o traço da HQ. A arte de Don Kramer tornam a história ainda mais fantástica e envolvente para o leitor. As reações, fisionomias e reações de todas as personagens desenhadas são absolutamente fascinantes.

Foto por Livros & Fuxicos
Agora vou ficar na torcida para que Inheritance não demore para ser lançado pela Valentina porque estou de fato muito curiosa para saber mais sobre a história de Calexa, inclusive seu nome real e quem a matou.






Título: Os Impostores | Série: A Garota do Cemitério | Páginas: 128 
Autor(a):  Charlaine Harris, Christopher Golden | Arte: Don Kramer
 Tradutor(a):  Heloísa Leal | Ano: 2017 | Editora: Valentina

5 comentários:

Oi Jessie, tudo bem? Realmente repetições desnecessárias tornam a leitura cansativa e que pena que teve muitas pontas soltas, mas de todas as forma a história parece ser interessante e a edição está bem bonita!

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante

Tais Burigo disse...

Oi tudo bom?
Nossa é muito ruim quando o final e cheio de pontas soltas né? Ficamos a ver navios hahaha, não costumo ler HQ mas para quem gosta essa tem uma premissa bem legal e fora que a edição é maravilhosa

Beijos
www.leitorunicornio.blogspot.com

Eu também gosto muito de HQs, afinal bem antes de aprender a ler eu já curtia pelos desenhos. Esses traços são bem legais e o enredo também é bastante interessante. Em relação às pontas soltas no final, infelizmente em séries isso é bem mais comum do que gostaríamos. Os autores podiam criar novas deixas para as próximas revistas, como alguns fazem, mas a maioria prefere fazer dessa forma e deixar o leitor a ver navios. Gostei da dica e vou conferir.

*☆* Atraentemente *☆*

Ane Karoline disse...

Oi, Jessie! Eu li poucas HQ's na vida, mas gostei das que li. Atualmente, estão produzindo umas muito boas, né? Eu gostei muito da sua resenha, entretanto, não sei se leria pois achei o tom meio down, rs. Parabéns pela resenha.
Abraço,
Ane.

Tahis disse...

Olá!
Não conhecia essa HQ, nem sabia que a editora estava publicando rsrs to por fora!
Gostei da premissa e é aquela história que sei que vai me envolver rs' não sou de ler HQ's, mas fiquei interessada nessa, irei colocar na lista e espero poder conferir em breve!

beijos!
https://blogdatahis.blogspot.com.br/