[RESENHA] Série Myron Bolitar #2: Jogada Mortal

8/29/2017 Tiffannyk 0 COMENTÁRIOS


Sei que em geral trago resenhas de livros porn mom, mas hoje decidi mudar e apresentar para vocês uma série que gosto muito de um autor que vem chamando muita atenção nos últimos anos, o Harlan Coben.

A série Myron Bolitar, trás sempre os mesmos personagens, porém, em situações diferentes. Por isso você pode ler os livros de forma única, sem perder muito da linha do tempo. Ao todo são 10 livros que terminam dando sequência a outra série, mas vocês vão entender direitinho quando eu terminar a resenha.

Myron Bolitar é um ex-esportista, que teve sua carreira interrompida no basquete antes mesmo de começar. Desde o acidente, ele se formou em Direito em Harvard, trabalhou no FBI e trabalha atualmente como representante esportivo, juntando todas as suas habilidades. É com esse gancho que os livros da série se ligam.

Junto com Win (te amo muito seu excêntrico!), seu melhor amigo e sócio, e Esperanza, eles cuidam da carreira de atletas em ascenção e na solução dos mais variados problemas que assolam a vida de Myron, e quando falo de variados podem imaginar que são uma infinidade mesmo de situações.

Em Jogada Mortal, Myron está trabalhando com a promessa do tênis, Duane Richwood. E é justamente num dos jogos de seu atleta que as coisas se complicam.  Valerie Simpson, uma ex-estrela do tênis, que interrompeu sua carreira anos atrás depois de um colapso nervoso queestava tentando voltar as quadras com ajuda de Myron, acaba assassinada ao procurá-lo no jogo de Duane.

Myron, que é um cara com uma enorme necessidade de ir atrás da verdade, se envolve na difícil tarefa de desvendar esse crime, quando horas depois seu cliente Duane é acusado de ser o autor do assassinato de Valerie, o representante esportivo e ótimo investigador irá se envolver e tentar descobrir o que realmente aconteceu.

O que mais gosto nos livros do Harlan é que eles são cheios de pontas soltas, que se ligam num emaranhado, relacionando os personagens num novelo de lã o que faz com que eu normalmente não consigo parar de ler até desvendar o quebra-cabeça, montado de maneira brilhante por Harlan.

Porém, diferente dos outros livros de mistérios o enredo de Jogada Mortal (e dos livros da Série Bolitar em geral!) não é denso e cansativo. O livro é cheio de referências pop, Myron é um personagem cativante e muito divertido. Win, é o misterioso, sua aparência e conta bancária recheada enganam muita gente.

Os diálogos são um ponto que merece ser ressaltado, divertidos e rápidos, eles são parte do motivo de ter terminado tão rápido a leitura. Quando vi, o livro foi embora e fiquei com aquele gostinho de "quero mais" (ainda bem que a série possui dez volumes!).

“Uma médica – refletiu Myron, colocando as mãos atrás da cabeça – Talvez eu possa seduzi-la com minha inteligencia e meu corpo sarado.’
‘Provavelmente – diz Esperanza – , mas, já que ela não está em coma, lancei mão de um plano alternativo.”

“Mais adiante na rua, uma mulher pálida com um megafone anunciava ter se encontrado com Jesus. Ela entregou um panfleto a Myron.
– Jesus me mandou voltar com essa mensagem – disse ela.
Myron assentiu e olhou para as manchas de tinta no papel.
– Pena que ele não lhe deu uma impressora decente.”

Como tinha dito no começo da resenha, os livros são um série por que seguem os personagens centrais. Eles tem uma linha do tempo, mas ela não precisa ser necessariamente respeitada, tanto que a Arqueiro lançou eles no Brasil fora de ordem.

Eu mesma só descobri que era uma série, quando comprei e li o terceiro livro, que na verdade era o penúltimo e me deparei com a única coisa que prende o livro numa linha do tempo linear, a vida amorosa do Myron.

Como li tudo fora de ordem (e nunca reli do jeito certo!) até hoje eu não entendi completamente a grande história do amor da vida dele, mas foi só isso que perdi no livro, o que não fez uma grande diferença, uma vez que a personagem é criada para empatar a vida do Myron e basicamente ser odiada pelo leitor.

Jogada Mortal é o segundo livro da série e um dos que mais gostei, por isso a resenha dele veio antes do primeiro (aqui embaixo tem todos em ordem). Além do mais se não me engano foi o primeiro que a Arqueiro lançou.

Eu gosto tanto desses livros, que meu sonho de princesa seria ela virar uma série de TV. Seria o máximo! É isso pessoal, não esquece de dizer o que achou do livro aqui embaixo, se você já leu e se não leu, comenta também.

Título: Jogada Mortal | Série: Myron Bolitar | Páginas: 256 
Autor: Harlan Coben | Tradutor: Fábio Morais | Editora: Arqueiro

SÉRIE MYRON BOLITAR COMPLETA


MYRON BOLITAR
Quebra de Confiança | Jogada Mortal | Sem deixar Rastros | O Preço da Vitória 
Um Passo em Falso | Detalhe Final | O Medo Mais Profundo | A Promessa 
Quando Ela Se Foi | Alta Tensão 


0 comentários: