[RESENHA] As Aventuras De Tom Sawyer

11/23/2017 Aninha Goulart 10 COMENTÁRIOS


Oii seus lindos, hoje vim falar um pouquinho para vocês sobre o livro As Aventuras de Tom Sawyer, um clássico de Mark Twain que foi lançado por diversas editoras (afinal o livro é de 1876!), mas com essa edição fofinha ele veio pela Editora Autêntica. Quando eu vi a capa e a sinopse eu fique louca para ler, e agora vou contar um pouquinho do que achei da obra.


Tom Sawyer é um garoto órfão que vive com sua tia Polly, o irmão Sid e sua prima Mary, em um vilarejo as margens do rio Mississipi, nos Estados Unidos. Tom é um garoto de bom coração, esperto e de bom caráter, mas um tanto quanto levado e vive aprontando (para o desespero de tia Polly!) com seu melhor amigo Huckleberry Finn (um garoto que vive nas ruas e se alimenta do que lhe dão) ou mesmo sozinho.

Juntos, Tom e Huck vivem as mais variadas e incríveis aventuras, que em sua maioria estão somente na imaginação dos jovens. Eles frequentam diversos lugares: cavernas, cemitérios, casas mal-assombradas e ilhas desertas. Brincam de pirata, pele-vermelha, Robin Hood, caçam tesouros, planejam formar uma gangue de ladrões e ficar ricos. Mas em uma das brincadeiras, as aventuras acabam por se tornar reais de mais e assustadoras.

Antes de começar a falar o que eu achei do livro preciso dizer para vocês o seguinte: quem for ler faça isso com a mente aberta e considere sempre que o livro foi publicado pela primeira vez em 1876, ou seja, uma realidade COMPLETAMENTE diferente da que vivemos hoje em dia. Aceite portanto ser transportado pela ela.

Agora posso dizer para vocês que o livro é realmente muito bem escrito, a leitura é fluida e bem tranquila de compreender (até porque é um livro infanto-juvenil!), mas de uma forma geral a história não conseguiu me conquistar, é um livro okay, nada muito surpreendente ou que me deixasse completamente viciada na história, o que foi uma pena para mim porque realmente estava esperando um mundo de aventuras que eu viveria junto com Tom e Huck.

Possivelmente não esteja muito na pegada do livro mesmo, porque ele tem uma escrita fácil e personagens bem construídos, mas depois de terminar a leitura fiquei só: okay, é uma boa história, mas nada que me deixasse realmente apaixonada pelo enredo ou que tenha me tirado o fôlego.

Mas como disse bem no início da resenha é preciso ter a mente aberta e entender a época, o que leva a um ponto que gostei no livro: perceber realmente as desigualdades que existiam no passado, o tipo de pensamento e as atitudes costumeiras das pessoas, em alguns momentos da até tristeza de imaginar as coisas que o autor deve ter vivenciado para poder escrever a história daquela maneira, porque o livro é tão bem escrito que nos possibilita visualizar determinadas situações que os personagens vivenciam, principalmente no que diz respeito aos negros.

Preciso dizer para vocês que, ainda que eu não tenha me apaixonado pela história, caí de amores pela edição que foi muito bem trabalhada, com uma capa bem fofinha e uma diagramação incrível, tem desenhos em varias páginas e o início de cada capítulo é realmente muito bonito, as folhas são amareladas o que deixa a leitura bem confortável. Então sobre a edição eu só tenho elogios, porque realmente ficou maravilhosa! 










Título: As Aventuras de Tom Sawyer | Páginas: 238Autor(a): Mark Twain 
Tradutor(a):  Márcia Soares Guimarães | Editora: Autêntica

10 comentários:

Não conhecia o livro, mas este em particular está com a edição linda e por se tratar de infanto-juvenil eu adoraria, mesmo a história não tendo te cativo eu arriscaria e acredito ser uma boa pedida para estante do meu menino.
Gostei muito da dica.

Beijos.
https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

Daiane disse...

Eu já tinha visto a "cara" desse livro (da Editora Autêntica) por aí, mas não imaginava que esta história fosse tão antiga. Me parece ser uma trama bem bacana, mas devido as suas considerações, acredito que é melhor iniciar a leitura sem grandes expectativas para não se decepcionar.

Beijos!

Oi oi!
Não conhecia o livro e ele é bem classicão mesmo né? No geral, não gosto da linguagem utilizada nesse tipo de livro, por isso acho que não leria.
Mas achei interessante as aventuras dos dois amigos e principalmente o que vc disse, sobre tratar e mostrar as desigualdades.
Que pena que não se animou tanto com a leitura.
Bj

Oi, tudo bem?
Li esse livro há muito tempo atrás, quando estudava inglês e tinha disponível na biblioteca da escola. Confesso que não lembrava nada do enredo e não foi uma leitura que me marcou. Como você disse, é um livro muito bem escrito, mas também não me empolgou muito.
De qualquer forma, sua resenha está ótima. Quanto ao livro, não conhecia essa edição ainda, mas parece estar realmente muito bonita.
Beijos!

Ivi Campos disse...

Achei bem pertinente você pontuar sobre a época em que o livor foi escrito para que não problematizemos questões que não eram refletidas.
Adorei a indicação.
MEU AMOR PELOS LIVROS
Beijos

Dryh Meira disse...

Oiee ^^
Sabe que eu ainda não conhecia esse livro? Nem essa e nem as outras edições. Confesso que não fiquei muito curiosa ou animada para ler, não é bem o tipo de livro que eu costumo ler, e ver que foi só um livro Ok, sem muitas emoções, me deixou...okay...haha' estou doida para ler livros eletrizantes que me deixem fissurada.
MilkMilks ♥
http://shakedepalavras.blogspot.com.br

Carol Koplin disse...

Oi!!! Acho que uma graça esse tipo de livro mas para dar ao meus filhos. Eles lêem livros mais atuais e sempre tive vontade de apresentar literaturas mais antigas mas que sejam de fácil entendimento. Vou anotar pra comprar pra eles.

Beijos!
www.citacaonumclick.com.br

Delmara Silva disse...

Oi,
não conhecia o livro e mesmo ele tendo sido publicado a bastante tempo (pelo menos a primeira edição), nunca havia ouvido/nada a respeito. Costumo ler livros do gênero mas esse em especial não me chamou muito a atenção e por isso não arriscarei na leitura, pelo menos por hora, talvez em um futuro próximo eu possa enxergá-lo com outros olhos e lhe dê uma chance.

Abraços!
Nosso Mundo Literário

Oi, talvez você não tenha gostado por causa do público a que o livro é destinado. De verdade, espero ter a chance de lê-lo, pois gosto de ler histórias infantis, hauhua. E to curioso pra saber sobre a forma como ele foi escrito, já que faz tanto tempo que ele foi publicado originalmente.

www.porredelivros.com

Livros & Café disse...

Oi, tudo bem?

Não me lembro de já ter visto esse livro em algum lugar, mas ele parece ser bem legal. Gostei muito de sua narrativa e tenho certeza que seria uma leitura encantadora para mim. Que pena pena que você não tenha se apaixonada pela história, mas ainda pretendo lê-lo.

Beijos.

Obrigada por compartilhar conosco a sua opinião