[RESENHA] A Lady De Lyon


Oiiii seus lindos, hoje vou falar para vocês de um livro que desde que a Universo dos Livros anunciou o lançamento eu estava querendo ler, mas que quando chegou aqui em casa me assustei com o tamanho, o queridinho de hoje é Lady de Lyon e fico feliz em dizer que todo esta imensidão de páginas valeu muito a pena.

Christina Bennett é uma beldade que chama a atenção por onde passa, e que acaba por causar grande comoção na sociedade londrina, e tudo porque, apesar de ter uma família conhecida, ninguém sabe nada sobre a jovem dama. E os segredos de seu passados estavam firmemente escondidos, até a noite em que Lyon, o arrogante Marquês de Lyonwood, lhe rouba um beijo e acaba descobrindo que por trás do charme indiferente e friamente calculado de Christine arde um fogo selvagem.

No entanto a jovem dama não está disposta a ser conquistada tão facilmente pelo marquês com alma de pirata. Segura de seu coração e contendo sua própria fortuna, Christina resiste as investidas de Lyon, ela tenta a todo custo não se entregar, pois se acabar sucumbindo, terá de abrir mão de seu tão bem guardado segredo, mas principalmente, abrirá mão do destino que traçou para si.

Gente do céu! Eu esperava mil e uma coisas deste livro, e posso afirmar com toda a certeza do mundo, que a única coisa que acertei é que seria um romance arrebatador, o resto foi uma imensa e agradável surpresa!

Christina não é o tipo de mocinha que estamos acostumados nos romances de época, ela teve uma criação muito diferente dos padrões londrinos, e foi criada para ser a dona de seu próprio mundo, tornando-se assim uma mulher forte, destemida e pronta para lutar por tudo aquilo em que ela acredita ser o certo, ou simplesmente por aquilo que quer para a própria vida.

Lyon no início era realmente um pouco do esperado, e em diversos momentos tive que me lembrar de que a história se passa em 1810, e que nesta época (mais ainda do que hoje em dia!) os homens acreditavam que o mundo os pertencia e que as mulheres deveriam fazer única e exclusivamente aquilo que eles acreditavam que elas deveriam fazer. Tendo isto em mente, ele foi um personagem que eu gostei muito, que fugia aos padrões sociais (não é só Christina quem esconde segredos!) e que realmente me deixou apaixonada em alguns momentos porque considerando-se a pessoa que Christina era, ele foi realmente aquilo que ela precisava. Mas o amor real e verdadeiro da minha vida nesta obra, com toda a certeza foi a Christina, que mudou o mundo a sua volta e fez as pessoas (pelo ou menos as que importavam para ela) a aceitarem como ela era.

Os personagens secundários são muito bem trabalhados, de forma a fazer com que nos apaixonemos por eles completamente, às vezes até antes de nos apaixonarmos pelos personagens principais, como foi o caso do Conde de Rhone, melhor amigo de Lyon, que me conquistou completamente antes mesmo que o personagem principal o fizesse.

Eu senti falta de um depois de personagens que aparecem no início da história e que são muito importantes para Christina, não que a participação deles tenha ficado sem um fechamento, é só porque eu realmente me apeguei a eles e queria saber um pouco mais sobre suas respectivas jornadas (isso é um pedido de livro solo pra eles minha gente!).

A tia de Christina é uma senhora total e completamente ODIÁVEL. Sério gente, desde a primeira aparição da bruxa, eu peguei um ranço irreversível, mas amei muito algumas coisas que aconteceram com ela e que fez valer cada grama de ódio que desprendi para esta figura. Ela teve um final bem merecido!

A trama como um todo é muito envolvente, daquele tipo que nos ficamos nos perguntando a todo momento “como ela vai esconder isto?” ou “como ela vai reagir a está situação” e foi suas escolhas acabaram sendo trazendo uma ótima surpresa, com momentos que me arrancaram verdadeiras gargalhadas (Christina tem uma mania de levar tudo o que é dito ao pé da letra, então imaginem as presepadas em que ela se mete) e em alguns momentos eu me vi chorando por conta da carga emocional.

A autora soube usar tudo em uma medida maravilhosa, ligando todos os pontos do enredo de forma a prender o leitor em cada página, fazendo com que se torne impossível largar o livro para fazer qualquer outra coisa, por maior que ele seja, a gente simplesmente não consegue largar a leitura para fazer qualquer outra coisa, é totalmente viciante.

A edição é uma obra de arte completamente a parte da estória, a capa é linda e na minha mente um retrato perfeito da Christina, a diagramação está simples e maravilhosa, as folhas são amareladas facilitando a leitura e a letra é em um tamanho bom. Não sei nem a quanto tempo eu não digo isto, mas não achei erros de revisão, pelo ou menos, não algum que tenha chamado minha atenção, o que só me deixou mais apaixonada ainda.





Título: A Lady de Lyon Páginas: 463 | Autora: Julie Garwood  
Tradutora:  Natália Tadeu  | Editora: Universo dos Livros | Ano: 2018
Comentários
17 Comentários

17 comentários :

  1. Amei a resenha, ainda não conhecia esse livro!

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Acho que é a segunda resenha que leio deste livro e a princípio o que mais chama a atenção é a beleza da capa. Escolheram uma modelo maravilhosa que por tudo que li acima, combina e muito com a beleza da personagem.
    Gosto disso, quando um enredo traz uma personagem forte, criada para lutar por seu espaço,mas mesmo com isso tudo, ainda possa sentir seu coração pulsar por um homem(e que homem).rs
    A luta entre a razão e a emoção, sempre!!
    Vai para a lista de desejados depois desta resenha.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Ana do céu minha filha num me faz querer ainda mais esse livro não! A gente conversou algumas coisas durante a sua leitura, mas não esperava que a Christina fosse tão absolutamente o tipo de personagem que me faz ficar apaixonada num livro!

    Preciso pra ontem!

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Primeiro que capa linda é essa né, e nossa como eu quero ler esse livro só vejo falarem bem dele. Adoro enredos que traz mulheres fortes, pois são muito raros. Esse livro já está na minha lista
    Beijuh

    ResponderExcluir
  5. Esse parece ser aquele tipo de livro que intimida na quantidade de páginas, mas quando terminamos, gostaríamos de q tivesse mais ainda kkkk. Adorei a resenha e amo livros com mulheres fortes e determinadas, principalmente quando são de uma época bem anterior a nossa, onde a mulher acabava tendo bem menos espaço e liberdade e isso torna ainda mais interessante a história, além de motivador. Bjs !!

    ResponderExcluir
  6. Essa capa é linda, adoro a autora! Apesar de não ser o tipo de gênero que eu leio com frequência.. Para essa autora eu sempre guardo "meu tempinho".

    Esse tipo de enredo com Julie Garwood
    .. Funciona muito!

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Aninha, tudo bem? Todo mundo fala do tamanho desse livro, mas fico imensamente feliz em saber que além de ser uma boa leitura, surpreende! Eu acho que vou gostar da protagonista por ela sair um tanto da curva! E já coloquei na minha lista de leituras!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Olá! Amo romances de época e adorei conhecer este livro. Achei a arte da capa muito linda e se fosse pra fazer uma compra por ela, faria! Fiquei muito curiosa sobre o passado de Lady Christina, e também para entender o que aconteceu com sua mãe e o que motiva sua vingança. O romance também me deixou curiosa, porque apesar de sempre suspeitarmos sobre como a história acaba, os meios são muito gostosos de se ler e descobrir! Obrigada!


    Bjoxx – www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  9. Ana do céu, eu queria arrastar a fuça da tia da Christina no asfalto quente. Que mulher embuste!!!
    Eu também senti falta dos personagens importantes na vida da Christina. O que eu queria mesmo era um livro do Rhode com a irmã do Lyon. Pena que eles já se acertaram nesse livro mesmo.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Que resenha maravilhosa!
    Sou fã de romances de época e adoro esse tipo de personagem e narrativa. Acho que é inevitável ter personagens que odiamos né.
    Fiquei bem ansiosa pra realizar essa leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  11. Oiii tudo bem??

    Comecei a entrar no mundo dos romances de época agora, e estou amando.
    Amo a capa desse livro e fiquei bem interessada, adoro mocinhas feministas nesta época e creio que vou amar. Mesmo sendo o principio feminista.
    Adorei a resenha, e não se assuste com tamanhos, livros grandes tendem a ser maravilhosos.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  12. Oiii tudo bem?

    Comecei a entrar no mundo dos livros de época agora, e acredito que vou amar esse livro.
    Adoro onde as mocinhas não são indefesas e adoro o principio feminista integrados a essas historias.
    Não Atenha medo de livros grandes, eles costumam ser maravilhosos.
    Bjus RAfa

    ResponderExcluir
  13. Esse tipo de personagem feminina não é novidade pra mim em romances de época, já li outras histórias onde as protagonistas era donas de si assim.
    Que bom que você foi surpreendida, é muito bom quando isso acontece.
    Quero muito ler esse livro, mas ele está bem carinho, ele está lá na lista de desejados e estou sempre olhando se o preço baixou! Ahhahaha

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  14. Olá! Tudo bom?

    Eu estou com esse livro aqui e acho a capa linda! Porém eu li um comentário nada favorável sobre a serie e acabei me desanimando então coloquei outros livros na frente dele, então fiquei bem feliz em saber que considerou a história envolvente. AGora estou bem mais animada para iniciar a leitura ♥

    Um beijo
    http://romanceerotic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, gostei muito da sua resenha. Eu amo romances de época e estou de olho nesse, pois me parece que a mocinha é mesmo bem diferente das mocinhas que já conheci em outros livros do tipo.

    ResponderExcluir
  16. Olá Aninha!!!
    Não sei se a capa remete a personagem, pois eu ainda não tinha me visto interessada em lê-lo apesar das inúmeras resenhas assim que ele foi lançado porém me remete muito a rainha dos dragões Daenerys rsrsrs
    Eu fiquei feliz que você apontou que a personagem foi criada diferente e que isso construiu a mesma como a mulher que ela é.
    Adorei a resenha ^^

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Olá!!
    Eu ganhei esse livro recentemente e estou louca para realizar a leitura. Nossa é tão bom quando um livro supera as nossas expectativas, não é mesmo? Amo romances de época e espero em breve poder ler esse livro e dar a minha opinião tbm!
    Mas um adendo que eu queria fazer é que diferente de ti, não achei a capa muito atrativa não :/

    beijos,
    Mayara

    ResponderExcluir