[RESENHA] As Quatro Estações Do Amor #1: Segredos De Uma Noite De Verão - Paraíso Literário

5 de junho de 2018

[RESENHA] As Quatro Estações Do Amor #1: Segredos De Uma Noite De Verão


Oi gente! Hoje vamos começar o especial do mês dos namorados aqui no site (não sabe do que estou falando? Então clica aqui!), e para isso escolhi compartilhar com vocês a minha opinião sobre o livro Segredos de Uma Noite de Verão da Lisa Kleypas que foi lançado lá no longínquo ano de 2015 pela Editora Arqueiro e que vinha acumulando poeira (brincadeira! Tava bem guardadinho!) na minha estante até recentemente quando tive um surto e decidi ler todos os meus romances de época! Então continue lendo e descubra o que achei.


Annabelle Peyton é uma das mulheres mais lindas de Londres, mas com uma família arruinada e ela não possui dote algum, motivo pelo qual não conseguiu nenhuma proposta ainda, quer dizer, nenhuma proposta decente. Ninguém parece querer se casar com a jovem, mas tê-la como amante parece ser extremamente atraente para nobres aristocratas ou não, em especial para o senhor Simon Hunt, um rico mercantilista que não tem nenhuma gota de nobreza no seu sangue e também não age de maneira nada cavalheiresca.

Annabelle e Simon possuem um segredo que compartilham: um beijo roubado, anos antes, e sobre o qual os dois jamais falaram ou tampouco esqueceram. Mas a cada baile que o Sr. Hunt a tira para dançar ela recusa enfaticamente, deixando claro que não tem interesse nenhum em estar perto dele, mesmo que sua recusa implique em noite após noite prostrada numa cadeira ao lado de três outras garotas que também nunca são escolhidas. Em um destes bailes elas acabam conversando e trocando algumas confidências que fazem as quatro Annabelle Peyton, as irmãs Lillian e Dayse Bowman e Evangeline Jenner se unirem com um propósito: conseguir arrumar um marido.

Todas concordam que como Annabelle é a mais velha das quatro será a primeira a se casar (assim a ordem é definida pela idade!) e traçam o seu plano para dar o bote em um dos nobres disponíveis no fim da temporada em uma festa que durará algumas semanas na propriedade do conde Westcliff. E o que elas farão? A ideia é conseguir flagrar Annabelle sendo comprometida e, desta forma, o nobre teria que toma-la como esposa resolvendo assim os problemas financeiros da família Peyton. As quatro jovens só não contavam com uma importante variável: a atração mútua entre a Srta. Peyton e o Sr. Hunt.

Como disse no começo da resenha estou muito viciada em romances de época nos últimos tempos e estou chocada com quanta coisa boa do gênero tinha aqui na minha estante, mas infelizmente Segredos de Uma Noite de Verão não passou nem perto de ser um dos meus favoritos, apesar de eu ter curtido a leitura e ter aproveitado (ainda estou lendo os outros volumes no momento desta resenha!) os outros volumes se mostraram muito melhores que este.

Meu maior problema com a história é a sua protagonista. Annabelle é extremamente fútil! Não estou reclamando sobre o fato de ela querer um marido rico, entendo essa parte porque depende dela salvar a família do buraco em que estava, mas acontece que ela não aceita as investidas de Simon pelo simples fato de ele não ter um título de nobreza, mesmo este tendo se mostrado gentil com ela quando a jovem precisou dele. Sem contar as coisas que ela fala durante o livro, como o fato de ter criados ser sinônimo de status (ou algo assim!) é absolutamente ridículo.



Foi um fato que se fez presente desde o começo e até entendo que ela almeje coisas, ainda mais depois de anos e anos de privação, mas só lendo mesmo pra entender do que estou falando, há cenas onde ela reclama de não ser convidada para bailes, de ter que conviver com pessoas de um "nível inferior" e que mesmo aristocratas falidas a desprezam! Fiquei me perguntando: já que é assim querida, por que diabos você gostaria de relacionar com alguém desse tipo?, mas vai entender a personagem da Lisa! E vai ficando cada vez pior nos próximos volumes.

Também me incomodou o fato de a narrativa, que é feita em terceira pessoa, ser absolutamente focada na Annabelle. Já não gosto dela, então este fato não contribuiu muito. Acontece que quando um autor decide narrar algo em terceira pessoa eu entendo (e espero!) que haja uma expansão do pov, mas se o livro teve dez capítulos focados no Simon ficaria surpresa e eis porque isso me irritou ainda mais: eu adorei o Simon desde que ele a beijou de surpresa em um evento. O sarcasmo e a perspicácia dele realmente me fizeram ficar bastante caidinha pelo personagem.

Confesso que o que salvou pra mim no livro foram as outras três personagens (que tornam tudo mais divertido!), o irmão mais novo da Annabelle, Jeremy e um drama envolvendo a mãe e um cara bastante escroto que estava se aproveitando da situação ruim pela qual a família estava passando para tirar vantagens. Além, é óbvio, do próprio Simon Hunt. No final, acabei vendo que só gostei desse livro por causa dos outros personagens.

A capa do livro é linda, isso é inquestionável, mas a diagramação me incomodou demais! Apesar de ter folhas amarelas, o livro tem capítulos que começam na mesma página que o anterior termina. Isso me incomoda de uma maneira inexplicável (digam 'oi' para o meu TOC!) e diminuiu muito a velocidade da leitura para mim (poxa Arqueiro! Vacilou né?!).

Apesar de um começo não muito feliz, fiquei tão empolgada com as outras três personagens que prossegui na série e recomendo bastante até o momento. Este foi o meu primeiro contato com a Lisa Kleypas e acredito que tenha se iniciado razoavelmente bem, mas o próximo livro foi uma leitura arrasadora!






Título: Segredos De Uma Noite De Verão Série: As Quatro Estações Do Amor Páginas: 288
 Autora: Lisa Kleypas Tradutora:  Janaína Senna | Editora: Arqueiro | Ano: 2015

AS QUATRO ESTAÇÕES DO AMOR
Segredos De Uma Noite De Verão | Era Uma Vez No Outono | Pecados No Inverno | Escândalos Na Primavera | Uma Noite Inesquecível 

10 comentários:

  1. Jessie, uma coisa te digo: os outros são bem melhores! O da Evie eu ameeei!
    A Lisa tem umas coisas engraçadas... Pelo menos no meu ver: série de livros que começa massa e o restante é morno OU começa morno e termina massa kkkkk
    Por ex: Os Hathaways, uma outra série dela, eu AMEI o primeiro, mas os outros livros foram bem mornos pra mim, sabe? Gostei, mas não cheguei a favoritar.
    Bom, mesmo a autora não sendo minha preferida, acho a escrita dela bem bacana! Por isso sempre recomendo :D
    Beeeijos

    asemfim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Jessie, tudo bem? Eu amo a Lisa Kleypas, mas de todos os livros dela esse é o que menos gostei justamente por causa da protagonista, chata pra caramba! Mas os outros volumes são ótimos, valem a pena mesmo!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Quando já não se consegue gostar do personagem aí a coisa desanda de vez, não tem muito o que fazer mesmo. Não li nada desta saga mas leio diversos romances também que adoro, mas tem uns que eu acabo não curtindo a questão do personagem. Aí leio meio que engolindo, mas é raro acontecer.

    ResponderExcluir
  4. Só quem costuma ler livros de época sabe como eles são extremamente cativantes. Eu já li dois livros da Lisa e gostei bastante. Agora te entendo com relação a protagonista e o fato da narrativa ser baseada nela acabar te cansando. É uma pena que a autora não soube criar uma personagem a altura da série. Apesar disso, ainda tenho interesse em ler esse livro.

    Beijos
    Vento Literário / Facebook / Twitter

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que o fato da narrativa ser focada em uma protagonista que voce nao gostou muito contribuiu demais pra voce ficar decepcionada com a leitura, essa é uma autora que amo de verdade, mas essas história de época acabam cometendo esses deslizes as vezes, uma pena.

    ResponderExcluir
  6. Adoro romance de época, apesar de ter lido bem menos do que gostaria e esse está na minha lista de desejos, ainda que esse não tenha sido seu livro favorito e super entendo você, eu também não curto personagens fúteis, ainda mais se tratando de uma protagonista, uma pena! Mas no geral que bom que ainda teve personagens que salvam a história e a tornam empolgante, isso reforça minha vontade de fazer a leitura.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Capa linda desses romances de época. Não costumo ler muito o gênero. Leio mais terror, ficção científica, thrillers, fantasia..
    Conheço a escrita da autora e até gosto. Quero tentar encaixar algo assim nas minhas leituras para sair da rotina e sua dica foi ótima.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Jessie!
    As capas dessa série, dentre outras diversas da editora, são lindas mesmo, mas esse padrão deles de capítulos que terminam e começam na mesma página também me irrita. Um ou outro livro às vezes foge à regra, mas é chato mesmo, quase como se nossa leitura não fluísse, né? Mas, enfim, complicado também quando a gente não se dá bem com um personagem, ainda mais um protagonista. Engraçado que eu li outra resenha do livro recentemente e os comentários sobre a Annabelle foram o total oposto dos seus, então é interessante ver que, não importa qual personagem se seja, cada leitor vai se dar com ele/ela de um jeito próprio, é algo muito pessoal, hehe. Mas que bom que ao menos o Simon conseguiu te cativar juntamente com os personagens secundários; não é o ideal, mas a gente se vira com o que tem, né, rs. Eu não sou (ainda?) leitora de romances de época, apesar de ter um da Julia Quinn na minha estante e que quero ler ainda esse ano para conhecer o gênero; se vir a gostar muito, certamente devo pensar em dar uma chance à esse e outros livros do gênero também, então, apesar dos altos e baixos aqui e ali, valeu a dica mesmo assim. ^_^
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ Sonhando aos Vinte ♥

    ResponderExcluir
  9. Oi, Jessie.
    Eu gosto muito da escrita da autora, mas ainda não tive a chance de ler essa série!
    Uma pena que você tenha se incomodado com a protagonista, mas tenho certeza que, pelas coisas que você comentou, eu vou amá-la. Por ser um romance de época, acho que os personagens tem que refletir a cultura da época e detesto quando encontro protagonistas muito moderninhas!! Rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bom?
    Eu estou nessa mesma vibe de ler todos os romances de época da minha estante. É uma pena que você não tenha gostado tanto assim da leitura, eu tenho esse livro e ele é um dos próximos que eu pretendo ler, espero que a leitura seja mais proveitosa para mim.

    Beijos!
    https://www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir

© 2018. Tema alterado parcialmente para Paraíso Literário. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.