[RESENHA] Bibliotecas No Mundo Antigo


Oi gente! Hoje vim falar com vocês sobre Bibliotecas No Mundo Antigo do autor Lionel Casson que está sendo lançado pela Editora VestígioEntão continue lendo esta resenha para saber mais sobre este livro.


Em Bibliotecas No Mundo Antigo, Lionel Casson apresenta os primórdios das bibliotecas. No Oriente Médio, entre 3.000 e 2.500 anos antes de Cristo, livros de argila com escrita cuneiforme que continham, principalmente, informações sobre transações comerciais e rituais religiosos, armazenados em espaços onde escribas mantinham o controle e com acesso restrito não apenas por causa das pouquíssimas pessoas que conseguiam ler e escrever, mas também porque as bibliotecas eram exclusividade de reis.

O livro vem trazendo inúmeras curiosidades sobre as bibliotecas públicas e privadas da Grécia e de Roma até chegarmos às primeiras bibliotecas dos monastérios da Era Cristã. Casson sempre faz questão de ressaltar as especificidades de cada uma das coleções e a relevância daquela biblioteca dentro de um contexto histórico.



Confesso que o capítulo pelo qual estive mais ansiosa é o que trata da Biblioteca de Alexandria, já li algumas coisas aqui e ali sobre ela, mas com certeza nada comparado ao que Lionel Casson escreveu, alguns fatos eu realmente sabia, contudo a maioria das coisas que li eram inéditas para mim. 

Fiquei surpresa também com a questão das bibliotecas no Oriente Médio na antiguidade. De fato, nunca pensei muito a este respeito e o que mais me deixou interessada nesta parte do texto foi uma questão levantada por Casson a respeito da catalogação das obras neste período, pode ser ingenuidade minha, mas achei que o conceito de catalogar livros era algo mais moderno e não que tinha surgido a mais de cinco mil anos atrás.

A arte da capa está incrível e tem tudo a ver com a proposta da obra e quando analisei mais atentamente ficou claro que há muitos detalhes que são incríveis e que poderiam muito bem passar despercebido a um observador apressado. A diagramação é simples e conta com imagens de objetos que exemplificam o que Casson fala, o que tornou a leitura muito interessante.




Acredito que de tudo que a obra me apresentou, todos os fatos sobre os quais eu nunca havia refletido, o que mais me fascinou foi a respeito de como as tabuletas de argila são mais fáceis de serem conservadas e por isso o conhecimento guardado nelas sobreviveu de maneira melhor do que aqueles que foram impressos em pergaminhos e livros, já que o tempo e o fogo são inimigos mortais do papel, mas não da argila.

Bibliotecas No Mundo Antigo faz um apanhado histórico muito interessante e foi uma leitura bem esclarecedora. Esta é uma obra praticamente obrigatória para nós que somos viciados em livros e que sonhamos em ter uma biblioteca particular em casa para guardarmos os nossos próprios livros.







Título: Bibliotecas No Mundo Antigo Páginas: 208 | Autor: Lionel Casson  
Tradutora:  Cristina Antunes | Editora: Vestígio | Ano: 2018
Comentários
15 Comentários

15 comentários :

  1. Oie, tudo bom?
    Eu nunca parei pra pensar em como poderiam ser as bibliotecas antigas! Seria uma leitura incrível, com certeza, pois como amante de livros é sempre legal saber como tudo era feito em uma época sem tecnologia alguma. Adorei a dica, bem diferente!

    ResponderExcluir
  2. Olá! Eu realizei minha monografia falando sobre a importância da
    Leitura e inclusive falei das bibliotecas da antiguidade, pois, a característica terapêutica do livro é muito antiga. É um trabalho histórico incrível e eu me dei conta do quanto é maravilhoso conhecer esse lado da história. Adorei saber sobre esse livro e vou tentar adquirir ele já no mês que vem, já que esse mês eu extrapolei a minha conta. rsrsrs
    Estou simplesmente apaixonada por ele e vou utilizar ele como fonte para outros trabalhos. Amei sua indicação. Já quero!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Eu li algumas partes desse livro para um trabalho da faculdade sobre coleções. Na verdade, comprei ele só para o trabalho, mas depois que li um pouco dele, achei muito interessante as informações que a autora traz e como você mesma disse, para nós, que somos viciados em literatura, acho um livro interessante para termos na estante.
    A edição está bem bonita mesmo.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Não é o tipo de livro que busque pra ler, mas com certeza para os estudiosos e a título de curiosidade, vejo que dá pra tirar grandes aprendizados culturais e comparar a evolução das primeiras bibliotecas de que se tem registro.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  5. Nossa, esse livro deve ser incrível! Já quero! Necessito para ontem!!!

    Sou apaixonada por História, mas confesso que nunca antes tinha pensado muito em como deveriam ser as bibliotecas de antigamente. Isso nem tinha passado pela minha cabeça. Mas enquanto lia sua resenha e entendia do que o livro se tratava me despertou um desejo louco de tê-lo e saber como as coisas eram, quais foram as primeiras bibliotecas, suas curiosidades. Achei interessante o que você mencionou sobre a argila.

    Sim, é mesmo leitura obrigatória para os apaixonados por livro. E eu sou uma das que sonham em ter uma biblioteca particular. Suspiros!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    A minha curiosidade me levaria ler a ler esse livros sem sombra de dúvida, aprender um pouco mais sobre esse universo que é responsável por muitas coisas que temos conhecimento hoje.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  7. Ooi,
    Nunca tinha visto esse livro! Mas fiquei super curiosa. Eu gosto bastante de livros desse gênero e fiquei muito interessada em conhecer mais sobre as bibliotecas ao longo da nossa história. Adorei a resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Achei bem bacana a proposta do livro, faz com que a gente consiga viajar no tempo e ainda nos faz ficar com água na boca para ter conhecido (ou conhecer) essas bibliotecas tão famosas e mundialmente conhecidas.
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  9. Amei conhecer esse livro pela sua resenha, acho que eu também ia gostar muito de ler ele e aprender tanto sobre a história das bibliotecas.

    ResponderExcluir
  10. Olá! Tudo bom?

    Eu não tenho o habito de ler coisas do estilo, mas tenho certeza que se eu tivesse oportunidade eu daria uma chance para esse livro. Ao menos daria uma olhada por cima, já que sou curiosa haha Adorei a dica ♥

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    Acredita que nunca parei para pesquisar sobre bibliotecas em particular? Por isso, fiquei interessadíssima nesse livro, acho que os fatos apresentados serão agregadores de alguma forma, com certeza quero fazer essa leitura.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Gente, que coisa linda!!! Não conhecia o livro e tenho certeza que a leitura deve ser muito interessante e aumentar ainda mais a nossa curiosidade sobre bibliotecas. Eu amo bibliotecas e já quero ler o livro imediatamente.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá!!!

    Já adorei esse livro e quero muito. Adoro história e a historia das bibliotecas me cativou muito. Anotei aqui para comprar pq deve ser muito bom, obrigada pela dica!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Nossa, muito obrigado por trazer mais deste livro tão especial e singular. Conhecer bibliotecas do mundo antigo deve ser bem interessante, ainda mais viajar por elas, sem precisar sair do lugar. Dica anotada

    ResponderExcluir
  15. Oiee ^^
    Eu também já tinha visto uma coisa ou outra sobre a biblioteca de Alexandria, mas ainda não sei direito a história. Não conhecia esse livro, mas parece ser leitura obrigatória para todos os apaixonados por livros e amantes de bibliotecas...haha' ou seria o contrário?
    Fico feliz em saber que o autor soube pesquisar e falar direitinho sobre tudo <3
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir