[RESENHA] A Rainha e o Valete


Oii gente, hoje eu vim falar para vocês sobre o livro A Rainha e o Valete, do autor Lázaro Piunti, que foi lançado no ano passado pela Editora Scortecci

Com a morte do rei da Estônia, a princesa Annieli, sua única filha, se vê na obrigação de assumir o reino. Ela é doce e gentil, amante de poesias e artes, mas juntamente com a coroa veio o casamento, com o Duque Lenart, um nobre sem escrúpulos, que esta disposto a qualquer coisa para atingir os seus objetivos. No casamento, Annieli se sente infeliz e sem expectativas futuras, ela se torna uma moça prisioneira dos próprios sonhos. 

Desde a adolescência, Annieli e Lajosker são apaixonados, ele era o ferrador de cavalos, que, por ordem do Rei, foi nomeado Valete. Sua origem plebeia nunca deu uma chance ao casal apaixonado. Com Lajosker sempre por perto, o antigo amor reacendeu, causando muitos infortúnios. 

Depois de um abraço, Lajosker tenta fugir, por amor, e vai para um mosteiro, onde faz viagens imaginárias. Ele visita Platão, Agostinho e vários locais. Já a rainha tem sua alma despedaçada pela ausência de Lajosker, mas mesmo assim continua firme em governar seu reino. 

Então, esse livro não é bem o meu conforto literário, confesso que a leitura demorou bastante, mesmo o livro sendo bem curto. A trama tem muitas informações, mas jogadas ao mesmo tempo, o que me confundia bastante, eu custei a entender vários capítulos.

Os personagens do livro não são muito convidativos, eles não passam a sensação de conexão, o que acho que se deve ao fato de o enredo quase não possuir diálogos, coisa que me incomodou muito. Eu só tenho opinião formada sobre o Duque Lenart: ele é perverso, ambicioso e teve atitudes ridículas na trama, que me deixaram com nojo.


As viagens imaginárias de Lajosker são interessantes e produtivas, mas como eu disse no começo, são muitas informações e me confundiam. Eu não me cativei com a trama amorosa, pelo contrário, fiquei super decepcionada.

O que me ajudou na leitura foram os capítulos curtos, com só algumas páginas, desse modo eu não me cansava muito. O livro tem a diagramação simples e folhas brancas, a arte da capa não me agradou muito. Bem, esse livro não funcionou para mim, mas não significa que não vá funcionar para você. 







Título: A Rainha e o Valete Páginas: 151 | Autor(a): Lázaro Piunti
Editora: ScortecciAno: 2017

Comentários
11 Comentários

11 comentários :

  1. Olá, tudo bem? Já tinha visto esse livro e, inclusive, acho a capa muito interessante. É uma pena que a leitura seja tão decepcionante, pois pela trama parece ter tudo para ser boa... Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  2. Oie! É uma pena a leitura não ter funcionado para você, não sei se é meu tipo de livro também, apesar de você ter dito que a protagonista não deixa de sonhar com uma vida diferente, com seu amor verdadeiro, não me parece que ela faz muito pra tentar modificar de fato sua realidade e isso costuma não me agradar em protagonistas femininas. Prefiro um estilo mais GirlPower.
    Abraços

    Leituras de Ana

    ResponderExcluir
  3. A capa combina muito com a história, mas realmente não chama atenção. Só de ler sua resenha já me senti triste pelo enredo e o destino da jovem rainha. E o destino do valete no mosteiro, já deu a entender que será um tanto monótono as descrições das cenas nesse local... Então, resumindo, acredito que conseguiria ler o livro, mas não me despertou o interesse de realmente desejar fazer a leitura, uma pena. Beijos

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  4. Que pena não ter apreciado a obra, espero ter a oportunidade de ler e conhecer a escrita do autor.

    ResponderExcluir
  5. Que pena não ter apreciado a obra, a depender do perfil estético que o leitor esteja acostumado, a falta de diálogos pode atrapalhar mesmo. O excesso de informações ao mesmo tempo, para o estilo do livro, me parece que deveria ser melhor trabalhada, entretanto, não li a obra, não sei dialogar sobre esse aspecto. Espero ter a oportunidade de ler e conhecer a escrita do autor.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    A capa é bonita, mas é uma pena quando o desenrolar da história não nos conquista e chega a ser uma martírio pra finalizar.
    De qualquer forma gostei de conferir suas impressões sobre essa história.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  7. Oiii meninas

    Eu adoro livros com capítulos curtos, acho que deixa a leitura mais fácil, porém há certas falhas que não dá pra passar e há livros que não estão no momento pra gente ler ele sabe? Acho que seria meu caso com esse livro, tenho a impressão que minhas impressões seriam iguais as tuas. Dessa vez acho que vou deixar a dica passar.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Poxa uma pena a leitura não ter funcionado com você, mas como disse, pode funcionar para outros, vou procurar mais resenhas sobre o livro para ver se o coloco ou não na lista de possíveis leituras.
    Acho que cada livro é uma experiência, mesmo não agradando.
    Bjus

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Eu acho estranho ler um livro que praticamente não tem diálogos, e o fato dos personagens não terem cativado, não conseguiria me fazer ficar preza ao enredo. É uma pena. Gostei muito da sua resenha sincera.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Realmente esse livro não te agradou, hein? Mas acredito que me incomodaria com os mesmos pontos que vc apontou... Nunca li nada dessa editora =/

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Não sou muito fã de livros de época, acho que não faz muito meu estilo e este ainda por envolver personagens sem carisma me entediaria com toda certeza.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir