[RESENHA] Uma Mentira Perfeita



Oiii gente, hoje eu vim falar com vocês sobre o livro Uma Mentira Perfeita, da autora Lisa Scottoline, lançado no inicio de Abril desse ano pela Editora HarperCollins Brasil. Se quiser saber minha opinião sobre a obra, continue lendo. 

Chris Brennan acaba de se mudar para Central Valley, na Pensilvânia. Ele é atraente e carismático, e por esse motivo, acaba conseguindo uma vaga de professor substituto e treinador de beisebol, em uma escola de ensino médio local.

Chris tem um currículo impecável, e tudo nele inspira confiança. Mas quando é questionado pelo passado, ele logo arruma um jeito de fugir do assunto. Ele na verdade não é professor, seu nome é um pseudônimo, seu currículo é falso e ele não está na cidade pelos motivos que diz estar.

Ele veio para a cidade com um plano, e esse plano envolve seu adorado time de beisebol, ele está à procura de uma coisa, ou melhor, de alguém, e encontrar essa pessoa dentre todos os garotos do time não vai ser nada fácil.

Depois de vários testes com os alunos, Chris foca em três garotos: Raz Sematov, Evan Kostis e Jordan Larkin, os três possuem personalidades muito diferentes e historias familiares bastante complicadas, Raz é um rapaz alegre e bem humorado, que perdeu o pai a pouco tempo, Evan é rico e a cada dia que passa fica mais mimado, Jordan é novato na escola, ele é tímido e quieto.

Chris tem um prazo para encontrar o seu peão, mas a pergunta é: até onde ele é capaz de ir para sustentar sua mentira?

No começo eu achei a trama um tanto quanto confusa, pois sempre era descrito os detalhes da vida de cada um, o Chris sabia dar nome ao pior medo de todos dentro do colégio, aluno ou professor (achei meio psicopata, mas ok). Mas depois de algumas páginas da para distinguir todos sem se confundir.

O livro é todo narrado em terceira pessoa, o que me agradou muito, pois o foco não ficou o tempo todo no Chris. Alguns capítulos contam a história dos três garotos escolhidos, mas através da mãe deles, isso foi criativo, mas senti falta de um espaço exclusivamente reservado para os meninos, pois algumas situações envolviam muitos sentimentos que não foram tão bem trabalhados.

O Chris foi um personagem muito duvidoso, no começo eu não sabia se os planos deles eram para o bem ou para o mal, a trama brincou comigo, o que eu particularmente não achei ruim, gosto disso numa história. 

Susan Sematov é mãe de Raz e de Ryan, depois da morte do marido ela se desliga completamente da vida dos filhos, e perde todo o controle da própria vida, ela se encontra tanto na dor da perda que não percebe o grave quadro de tristeza dos garotos.  

Heather Larkin é mãe de Jordan, ela o criou sozinha, e dedica toda a vida ao filho. Ela tem um relacionamento muito difícil com o menino, pois ele é muito reservado, e só começa a se abrir diante uma nova figura paterna.

Mindy Kostis é a mãe de Evan, é esposa de um cirurgião plástico, e ela tem tudo o que deseja, um marido rico e um filho perfeito, menos o mais importante, uma vida feliz. Sua insatisfação com o casamento a deixa cega para ver o quão mimado o filho esta se tornando.

Um dos personagens que me chamou a atenção no livro foi o Abe, ele é um professor muito querido por todos no colégio, ele tem depressão, e acho que a questão dele ficou mal resolvida na trama.

O Chris começa o livro testando todos os alunos e professores, joga com eles para tirar o máximo de informações possíveis, e tudo na maior tranquilidade e sem que ninguém perceba, eu achei isso incrível, todas as paranoias dele são muito certeiras.

O título do livro faz associação não só aos planos do Chris na cidade, mas a ele próprio. Ao longo da trama ele afirma várias vezes não saber quem é de verdade, pois em toda a sua vida ele nunca foi ele mesmo, estava sempre interpretando papéis (foi a minha interpretação, não sei se foi a intenção da autora). Em determinado momento do livro ele começa a descobrir quem é de verdade, e eu amei isso. 

O enredo é cheio de reviravoltas, faz você ter convicções sobre algumas coisas, e depois te faz voltar a estaca zero. 

A diagramação do livro é simples, a arte da capa é incrível, faz uma associação com o enredo, o que eu amo, a escrita é muito leve, e somada com nossas queridas páginas amareladas, faz com que você não consiga largá-lo.  

Bem, é a minha primeira experiência com um livro da autora, mas já sou fã. Essa é uma história para quem curte suspense, espionagem, infiltrações e coisas do mundo investigativo.







                        Título: Uma Mentira Perfeita  Páginas: 393Autor(a): Lisa Scottoline Tradutor(a): Monique D' Orazio| Editora: HarperCollins BrasilAno: 2018


Comentários
13 Comentários

13 comentários :

  1. Que resenha maravilhosa, depois dela, vou correndo comprar meu livro. Parabéns resenhista Mirelly. Gostei muito da resenha. Parabéns a todos do blog, acompanho a pouco tempo, mas o trabalho de você é maravilhoso <3

    ResponderExcluir
  2. Oie! Que resenha impecável! Adorei!
    Amo livros nesse estilo, mas confesso que pra mim, a leitura dessa obra foi um tanto quanto monótona no início, por isso, preferi deixar para ler o livro mais para a frente. Pela sua resenha, vi que só estou perdendo em não ler o livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá, Mirelly!

    Eu li algumas resenhas sobre o livro mais ou menos na época do lançamento e confesso que apesar de ter despertado minha atenção não me interessou muito, mesmo eu sendo apaixonada por suspenses.

    Todavia, com a sua resenha eu passei a ter um outro olhar sobre o livro e começo a achar que provavelmente é uma trama que vai me agradar, embora também não tenha entendido qual o real plano do protagonista.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mirelly!
    A premissa desse livro é, no mínimo, muito interessante. Achei legal que a trama é cheia de reviravoltas porque isso nos faz sempre ficar nas pontas dos pés durante a leitura né, sempre ansiando alguma coisa e sempre esperando para ver o que vai acontecer na próxima página. Anotei na minha listinha infinita haha
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá, esse livro segue na minha fila de próximas leituras, é um pouquinho diferente do que estou habituada a ler mas a premissa é bastante interessante e sua resenha me deixou animada, espero ler em breve.

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Eu tenho visto algumas resenhas sobre esse livro e parece que ele divide bastante as opiniões né? Não é um gênero que eu leia muito, mas achei o enredo bem interessante e diferente. Fico feliz que, mesmo com o começo um pouco confuso, você tenha gostado da leitura.
    Adorei sua resenha e já anotei a dica para ler futuramente.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Mirelly!
    Eu já li várias resenhas sobre esse livro e todos, até agora, concordam que a história é boa e interessante. E como eu adoro o gênero, sempre fico muito curiosa com os livros do estilo.
    Mas toda vez que vejo esse livro, alguma coisa que eu não sei o que é, diminui um pouco a minha vontade de ler, rsrs. Me parece que é uma história okay e não passa disso.
    Ainda tenho que pensar um pouco se leio ou não.
    A sua resenha está muito boa. Parabéns!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Achei interessante sua resenha, porque ela não mostra nenhum spoiler, não dá pra saber do que realmente se trata o plano de Chris, nem aonde isso vai levar. Achei bacana sua abordagem, mas ainda não tenho boas expectativas quanto a esse livro, quem sabe futuramente.
    bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Adoro esse tipo de leitura que nos deixa presa com o enredo e ainda mesmo que com alguns elementos previsíveis ainda nos surpreende com suas reviravoltas.
    Já tinha visto sobre esse lançamento e estou bem curiosa para conhecer essa trama.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Olá, ficou ótima a sua resenha. Pela capa eu não daria muita atenção ao livro, mas me parece que a trama é bem interessante, ainda mais para mim que gosto bastante de livros nesse estilo, cheio de mistérios que nos deixam curiosos.

    ResponderExcluir
  11. Oi.

    Eu não conhecia esse livro, acredita? Faz tempo que eu não leio suspense, acho que eu deveria voltar a ler mais o gênero. Adorei a premissa do livro, adoro quando a narrativa não é em primeira pessoa nesses casos, porque a gente consegue ter uma maior dimensão sobre os impactos das ações do protagonista. Adorei a sua resenha, anotei a dica!

    beijos :)

    ResponderExcluir
  12. Eu amei este livro e aquelas cenas finais de ação me deixaram elétrica e eu queria ver essa história no cinema, acho que ia super funcionar. O Chris me envolveu desde o começo, mesmo eu achando que ele poderia ser um vilão.
    beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Tenho uma curiosidade enorme em cima desse livro, todas as minhas amigas que leu falou que é muito bom. Amo livros que contém reviravoltas ainda mais aquelas que nos deixa de queixo caido. A premissa do livro é muito boa e instiga o leitor a querer conhecer mais sobre o protagonista.

    Amei sua resenha, Beijos.

    ResponderExcluir