[RESENHA] As Irmãs Cynster #1: Conquistada por um Visconde


Oiii seus lindos, hoje vim contar para vocês sobre um livro que arrebatou meu coração e me deixou apaixonada por uma família. Conquistada Por Um Visconde é o primeiro volume da trilogia das Irmãs Cynster, lançado aqui pela HarperCollins Brasil. Então bora conferir minhas impressões sobre este romance de época lindo. 

Na Londres de 1829, Heather Cynster está decidida a encontrar seu herói, pois está mais do que preparada para a alegria da vida conjugal e espera que o futuro marido arrebate seu coração e transforme seu mundo. Mas ao mesmo tempo ela sabe que esse homem não se encontra nos bailes conservadores promovidos pela aristocracia londrina, assim a jovem recusa vários convites para eles e, certa noite, se aventura em círculos não tão bem conceituados assim.

Assim em um sarau oferecido por uma das damas de reputação mais duvidosas da cidade, Heather pretende colocar seu plano em prática, mas vê todos os seus ideias se esvaindo ao encontrar o Visconde de Brecknridge, um dos homens mais enervantes e prepotentes que ela conhece, mas principalmente um grande amigo dos Cynster, e íntimo dos irmãos de Heather, que em um ímpeto de honra pega a garota pelo braço e a leva para a carruagem que deverá encaminha-la para casa. No entanto poucos metros antes de entrar na carruagem, Heather é interceptada e sequestrada por pessoas que buscam vingança contra a família Cynster.

E agora para provar que é um homem de honra o Visconde terá que ajudar Heather, e no caminho, mostrar a ela que é o herói que ela tanto deseja o que se prova uma tarefa mais difícil do que ele imaginou, mas Brecknridge não costuma desistir fácil de algo.



Para começar esta resenha preciso contar para vocês que achei o início meio da trama arrastado (não algo extremo que me atrapalhasse), mas isto porque tinham muitos nomes, muita gente na família e com histórias que para mim já começaram bem engajadas e eu tinha achado bem estranho, então fui atrás de saber se haviam outras histórias sobre o resto desta família imensa e ai eu descobri uma coisa assustadora!

Conquistada Por Um Visconde é o primeiro livro da trilogia d'As Irmãs Cynster, no entanto a trilogia é uma parte da série Os Cynster que contem, pasmem, VINTE E TRÊS livros (inclusive quero ler todos)! Assim ele é o volume um de As Irmãs Cynster, mas o décimo sexto da série Os Cynster, e é por isto que eu senti que as histórias estavam muito bem encaixadas e que os personagens já tiveram suas histórias contadas, porque existem somente 15 livros antes do livro da Heather. E já adianto que não sei dizer se a HarperCollins irá lançar os demais livros da série, que eu não sei inglês, logo não posso ler os originais, mas fico feliz em dizer que pelo ou menos até o 15 tem em espanhol e eu já estou em busca dos ebooks para vir contar a vocês o que eu achei do início da série.

Agora sim, vamos para a história em si. Heather e do Breckrindge é o início de uma trama maior que envolve as irmãs, é por isto que o começo da narrativa é um tanto quanto arrastado, porque somos apresentados a realidade da família, e quando a Heather é sequestradas passamos a aprender com ela sobre tudo que a garota sequer imaginava sobre a própria família, que é o fato de eles terem um inimigo. E então somos apresentados a este inimigo que a jovem passa a chamar de O Aristocrata.

Ele é o inimigo única e exclusivamente porque ele foi o mandante do sequestro, mas ele age de formas muito diferentes do esperado para alguém nesta posição, e foi o que mais me agradou na obra, que para além de sermos apresentados ao casal principal, nos começamos a conhecer as nuances do “vilão” que irá assombrar estas três irmãs.

Gostei muito do Breckrindge porque ele é classificado como um libertino, mas sempre teve um interesse em Heather, que ele obviamente preferia esconder porque ela é uma garota insubordinada e com pensamentos de liberdade demais para alguém da época. Mas quando ela é sequestrada ele não pensa meia vez em sair ao socorro dela, óbvio que ele colocou a culpa na honra e no fato de ser amigo dos irmãos dela, mas para além disto no momento em si ele só pensou que deveria salvá-la.


Heather é uma mulher forte e a típica irmã mais velha, que prefere se colocar em perigo para descobrir o que é este inimigo que está atrás da família dela. E por quê? Porque ela teme que o que aconteceu com ela possa vir a acontecer com as irmãs, e nem de longe deseja que qualquer uma das duas passe pelo que ela estava passando. Nesse caminho todo os diálogos dela com os sequestradores e com o Breckrindge são muito interessantes, de coleta de informações ou somente engraçados mesmo.

Não temos tantos personagens secundários aqui, para além do próprio Aristocrata, temos os sequestradores e depois uma parte da família da Heather. Os sequestradores são interessantes porque eles acham que estão no total controle da situação, mas a todo momento estão sendo manipulados para fornecerem informações e eu realmente gostei disto. E quanto a família da Heather foi impossível não adorar Catriona, que é esposa de um dos Cynster, e que da início a transmissão de um colar que me deixou bem curiosa para saber para quem ele irá passar (e obviamente não soltarei este senhor spoiler na cara de ninguém) o que me deixou com esperanças de que a HarperCollins lance pelo ou menos os livros que vem depois das irmãs Cynster.

A edição está muito lindinha, com está capa bem fofa e muito adequada ao contexto todo, com folhas amareladas e uma diagramação simples e ao mesmo tempo sofisticada. Não encontrei muitos erros de revisão o que é uma benção para os meus olhos.

Em resumo é a história de entrada do enredo das irmãs Cynster e todo o mistério que envolve o Aristocrata, mas acima de tudo é uma história instigante e muito bem escrita que vale a pena de mais ser conhecida pelos amantes de romances de época e também para os que gostam de aventura.



Título: Conquistada por um Visconde Série: Irmãs Cynster Páginas: 368 
 Autora: Stephanie Laurens  | Editora: HarperCollins | Ano: 2016



Comentários
8 Comentários

8 comentários :

  1. VINTE E TRÊS LIVROS? Meu Deus, eu simplesmente não tenho orçamento, porque essa vai ser mais uma série que pelo visto, não vou conseguir parar de ler e vou querer acompanhar tudinho, espero que meu bolso aguente, rs.
    A HarperCollins tem lançado romances de época incríveis demais, e eu fico feliz em ver isso porque de certo modo, a editora tem virado sinônimo quando penso nessas obras, não conhecia esse lançamento mas só pela sua empolgação eu já fui conquistada.

    ResponderExcluir
  2. nossa, vinte e três livros :o
    é muita coisa, espero que publiquem e vc possa ler em português.
    eu particularmente não curto romance de época, mas fico feliz que vc tenha apreciado a história, mesmo que o início tenha sido um pouco desgastante, devido a grande quantidade de informações nele contidas, ne? ^^

    bjs...

    ResponderExcluir
  3. Oi, Aninha.
    Tenho os três primeiros livros da série aqui e morro de vontade de lê-los, mas cadê tempo?! Eu adoro romance de época e tenho certeza que vou me encantar com essa série!!
    Bom saber que o começo é meio arrastado... Assim preparo meu espírito! Rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana, tudo bom?
    Pra quê tanto livro em uma série só? :O
    Pelo início da sua resenha, já sei que não vou gostar da história. Não só por estar enjoada dessa coisa de família e mil volumes bem parecidos, mas porque a personagem parece que não vai me cativar. Pra que um herói? Eu hein.
    Achei interessante a parte do inimigo e da aventura, mas acho que não são o suficiente para me fazer me interessar por esse bando de livros rsrs .
    Gostei bastante da resenha.
    Beijinhos.

    http://ultimasfolhasdooutono.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana, tudo bem?
    Aaaah que capa mais linda, amei amei!
    A resenha está impecável,parabéns, você conseguiu demonstrar toda a emoção da leitura.
    A narrativa parece ser fluída e a história bem intrigante, adoro romances com personagens fortes. Entretanto, não sou tão fã de romances de época (preciso mudar isso) pois não fazem muito meu estilo de leitura, mas confesso que fiquei com vontade de conhecer um pouco mais sobre a Heather.
    23 livros é muito para uma série, me dá até um reverterio lkkkkkk mas as vezes a leitura vale a pena, vamos ver... vou adicionar essa dica na mina lista.

    Obrigada pela dica!
    Beijos - anne and cia

    ResponderExcluir
  6. Olá

    Eu conhecia essa série, mas fui totalmente pega de surpresa com a sua Resenha, pois eu não sabia que ela era parte de outra. Dessa forma, é bem justificável a sua confusão no início do livro. Conta do que eh particularmente estou um pouco saturada de romance de época... li muito menina haha, mas tenho uma amiga que assim como voce gostou do livro e até resenhou no blog

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu tenho os três livros lançados pela HarperCollins mas ainda não peguei para ler. O fato de ser continuação da série não me assusta, o problema que fico imaginando como uma autora conseguiu fazer 15 livros com uma só personagem?! Sério, dá até medo pensar.
    Espero gostar da trama e não me sentir confusa com tantos nomes no início.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii Camila,

      Eu me assustei com a quantidade de livros também, mas não são sobre uma mesma personagem não, é sobre a família Cynster e é uma família imensaaaaaa, que englobam irmãos e primos, mas eles meio que vivem sempre em contato, ai cada livro conta a história de um membro da família, embora praticamente todos os membros apareçam em todos os livros rs.

      Beijinhos...

      Excluir