[RESENHA] Os Hathaways #4 Manhã de Núpcias


Oiii gente. Hoje eu vim contar para vocês sobre o quarto livro da série Os Hathaways, da lindíssima autora Lisa Kleypas, lançado pela Editora Arqueiro. Se quiser saber mais sobre a leitura, continue  lendo. 

Catherine Marks se tornou a governanta da família Hathaway desde antes da Win e do Leo chegarem da sua viagem a França. Ela foi contratada principalmente para ensinar etiquetas da sociedade londrina para Poppy e Beatrix, pois se mostrou a única pessoa capacitada para isso. 

O único problema foi justamente a chegada de Leo, que logo de cara não gostou de Catherine, e ela muito menos dele, a partir daí eles começam a viver para infernizar a vida um do outro, sempre discutindo e se alfinetando. Ainda que Leo a ache insuportável, megera e cheia de opinião, ultimamente ele vem pensando nela bem mais do que gostaria de admitir. 

Durante um passeio ao jardim, Leo avista Catherine, e para não perder uma ótima chance de discutir com a moça, vai até ela, mas antes que ela consiga se afastar, seus óculos vão ao chão, e ela precisa da ajuda de Leo para achá-los. Assim que se abaixa para procurar, ele percebe o quão lindos são os olhos da Cat, e antes que possa pensar melhor, ele a beija. 

Tão logo isso acontece, a família recebe uma carta, informando que se Leo, Lorde Ramsay, não se casar e tiver um filho no prazo de um ano, ele perderá a Ramsay House, propriedade em que os Hathaways vivem, e seu título. Cat é a única pessoa que ele considera se casar, mas conquistá-la se mostrará um caminho longo e inusitado, já que a moça esconde segredos que podem destruir sua vida tão perfeitamente construída. 

Desde o primeiro livro, eu ficava pensando o que iria ser da vida do Leo, porque ele tentava acabar com ela de todas as maneiras possíveis, sempre se embebedando e se metendo em confusão. Mas confesso que não imaginava toda a profundidade escondida por trás de sua dor. 

Leo é Arquiteto, amante da arte, e devo informar, tem uma subjetividade que realmente me deixou impressionada. Já a Cat é muito rígida e séria, bastante disso decorrente ao seu terrível passado (é quase impossível entender como é que ela se sentiu em casa com a família Hathaway)

Tiveram algumas partes ao longo da leitura que me fizeram ter vontade de entrar na história e dar umas sacudidas na Cat, como por exemplo, a resistência dela em relação ao Leo. O tempo todo ela afirmava que não poderia ficar com ele, e nem ser capaz de amá-lo algum dia, mas tão logo isso acontecia, ela se entregava a paixão. E confesso que isso me cansou um pouco, mesmo sabendo dos motivos dela para tal. 

Porém, para contrastar com toda a enrolação, a cada página a Cat ia mostrando mais de si, ficando mais confiante e baixando a guarda, se permitindo ser feliz, e foi realmente lindo ver essa mudança nela, porque antes ela era bem fechada e sem graça. 

Creio que Dodger, o furão de Beatrix, tenha ajudado muito nessa parte, pois a criaturinha foi tão insistente, que acabou roubando o coração da Cat, e juntamente a isso, proporcionando cenas muito engraçadas, que faz a trama ficar mais leve e divertida. 

A autora conseguiu juntar um casal que aparentemente se odiava de uma maneira incrível, sem precisar forçar nada, a cada dia que a amizade deles ia aumentando, eles iam descobrindo mais coisas em comum e mudando opiniões mal formadas sobre o outro. 

Tenho que ressaltar que o humor sarcástico e ácido do Leo me rendeu boas risadas, pois ele sempre fazia uma piadinha em um momento inoportuno, o que eu simplesmente amei. A evolução dele na trama foi muito notável, principalmente quando ele finalmente percebe que não se pode lutar contra aquilo que sente, que não se pode lutar contra o amor. 

A edição está linda, com essa capa lindamente maravilhosa, a diagramação simples e folhas amareladas. O único problema na edição é um capítulo começando onde outro termina, porém, isso não me incomodou tanto. 

Não é preciso ler os outros livros da série para entender esse, mas lendo os volumes anteriores dá para entender um pouquinho mais da rixazinha dos dois, mas nada que vá ser de grande valia. Eu super recomendo o livro, é maravilhoso (desde que você tenha paciência com a Cat), super engraçado e emocionante. 








    
 Título: Manhã De Núpcias Série: Os Hathaways Páginas: 265 | Autora: Lisa Kleypas | Tradutora:  Maria Clara de Biase  | Editora: Arqueiro | Ano: 2014





Comentários
10 Comentários

10 comentários :

  1. Entendo bem esta questão de entrar no livro e dar umas sacudidas nos personagens. Hahahah, passei isso no último que li. Mas é tão bom ler os de época e a Lisa escreve de uma forma que eu adoro demais. Eu não li esta saga dela, estou lendo uma outra agora.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mi!
    Já vi muitos comentários sobre essa autora, mas nunca tinha visto uma resenha sobre esse livro. Mesmo sendo um clichê, eu gosto de histórias assim em que temos uma mocinha rígida e um mocinho que tenta conquistá-la, mas não tenho muito interesse nesse livro pois é um gênero que não me atrai. Entretanto, fico feliz que tenha sido uma boa leitura para você e que a autora tenha conseguido construir um personagem carismático e uma mocinha que evolui na narrativa e ganha confiança. Ótimo texto! Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, Mi.

    É muito bom quando o desenrolar do romance é mais suave e tranquilo, sem precisar forçar nada. Apesar de que eu não gosto muito dessas personagens que ficam falando que não vão se apaixonar e quando deixam a guarda cair se apaixonam em 2 segundos.
    Quero muito ler o livro e descobrir mais a respeito do casal, espero gostar!

    ResponderExcluir
  4. Sua resenha ficou muito boa. Parabéns! Acho as capas dos livros de Lisa Kleypas muito bonitas, mas não consigo interessar-me por lê-los! Realmente, não consigo gostar de romances de época. =/

    ResponderExcluir
  5. Eu sou apaixonada pelos livros da Lisa Kleypas, mas confesso que esta série eu ainda não tenho. :( É a única série da autora lançada aqui que ainda não adquiri, os demais eu tenho todos. Vou ver se consigo aproveitar alguma promoção para comprar a série completa, pois com a Lisa Kleypas nunca tem erro. Seus livros são apaixonantes!

    Gostei do fato dos protagonistas serem tão humanos, com problemas e um passado forte, e de quase se matarem como cão e gato.rsrs Acho que vou me divertir muito com esses dois e também me emocionar com as cenas mais dramáticas. Quero entender o que o mocinho guarda dentro dele, que dor é essa que ele carrega, bem como quais são os segredos que se escondem no passado da Cat. Já sei que vou amar esta história!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    EU gosto demais dessa série. É envolvente, tem bons dramas, com personagens tinhosos que nos faz querer da um chega pra lá na atitudes deles. Leo é terrível e Cat não deixa por menos.
    Sua resenha me deixou com saudades dessa família.

    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  7. Eu adoro a escrita da Lisa e um dia vou conseguir ler todas as suas séries. Pelos comentários que fez tenho certeza de que vou amar esse casal e rir bastante com eles.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura | Instagram

    ResponderExcluir
  8. Não costumo ler este tipo de romance pq sempre acabo querendo sacudir algum personagem, rola uma relação de amor e ódio ahaah
    Mas minha mãe se apaixona facilmente, então sempre repasso as indicações para ela e desta vez não vai ser diferente. :D

    ResponderExcluir
  9. Olá Mi, eu tenho bastante curiosidade de ler essa série, pelos seus comentários o casal desse livro parece estar bem bacana e o romance entre eles bem desenvolvido pela autora *-* Espero poder lê-lo em breve também *-*

    ResponderExcluir
  10. Ola!!

    Ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro da Lisa ainda. Adorei a sua resenha, está impecavel e encantadora. Acho muito amorzinho essas capas e tudo mais, mas infelizmente, eu to meio afastada do genero, meio que enjoei! Porem, esse livro está na minha lista de desejados depois dessa resenha

    beijos

    ResponderExcluir