[RESENHA] As Modistas #2 Escândalo De Cetim


Oiii gente, hoje eu vim contar para vocês sobre o segundo livro da série As Modistas, da autora Loretta Chace, lançado pela Editora Arqueiro. Continue lendo para saber mais sobre essa obra.
Clara Fairfax é a cliente mais importante da Maison Noirot, pois agora que saiu da bolha criada pela mãe, ela se tornou uma ótima expositora das magníficas peças criadas pelas três irmãs Noirot, proprietárias do ateliê londrino.

Mas com toda a sua doçura e ingenuidade, Clara se deixou ser enganada e seduzida pelo Lorde Adderley, e todos os convidados da festa de lady Igby os viram juntos na varanda. E para não ter sua reputação ainda mais manchada, Clara se vê forçada pela família e pela sociedade a se casar com o homem. 

Após descobrir que Adderley só queria dar um golpe nela por dinheiro, pois ele está abaixo da beira da falência, Clara decide que a opção de se casar com alguém que nem ao menos lhe quer bem não existe, e acaba fugindo da cidade.

Diante essa situação, Sophia Noirot, a irmã do meio, capaz de vender areia a beduínos, resolve ir atrás da jovem, juntamente ao irmão mais velho de Clara, o Conde de Longmore, para conseguirem reverter a situação. Ambos tem personalidades completamente diferentes, e vivem sob pé de guerra desde que se conheceram. Porém, essa procura por Clara dará aos dois uma chance de se conhecerem de verdade, e o que antes não passava de mero acaso, pode acabar se tornando uma escandalosa história de amor. 

Só sei que o amor incondicional das irmãs pela loja começou a me incomodar nesse livro. Tenho a impressão de que a autora não soube passar muito bem a ideia, pois acho que ela queria mesmo era mostrar o quanto a luta delas para conseguirem tudo o que conseguiram (sendo apenas três mulheres sozinhas com uma criança doente erguendo uma loja naquele tempo) é um motivo enorme para proteger tudo com muita determinação.

Mas o que ela acabou passando (ou eu enxerguei) foi muito egoísmo. Todas as relações e sentimentos eram em nome da loja, ainda que elas deixassem isso claro para as pessoas com quem se relacionavam, acabou ficando repetitivo e tedioso, porque acabou perdendo o sentido. Por exemplo, a Sophia acabou indo atrás da Clara mais pelos negócios (porque a loja estava entrando numa crise) do que pela amizade com a Clara, e isso eu achei bem egoísta.

Achei o envolvimento dos mocinhos meio estranho, eles tem química, são muito divertidos quando estão brigando e resolvendo os problemas, mas sei lá, senti que o romance ficou meio apagado, principalmente porque o discurso da Sophia é quase uma cópia do da irmã, Marcelline.

O amor deles foi bem inconsistente, desde o começo eu percebia alguns ataques de ciúme da parte de Longmore, e no decorrer do livro, eu só consegui ver ele sendo honesto com os próprios sentimentos. Acho que a autora poderia ter explorado um pouco mais o lado amoroso da Sophia, porque a relação ficou bem despropocional.

O que eu mais amei na história, além de todas as cenas engraçadas, foi o amor próprio da Sophia, ela não é o tipo de mocinha que fica se lamentando pela aparência ou pela vida que leva (ela chega até a ser bem convencida as vezes kkk) e eu gostei bastante disso.

A Sophia se mostra uma excelente atriz no livro, sempre interpretando vários personagens para conseguir executar seu planos (e sério, quando eu lia, realmente não parecia a mesma pessoa) e tudo só ficou bem mais hilário com a presença de Longmore, que entrava no papel assim como ela e criava cenas super divertidas.

Eu não gostei tanto assim da arte da capa, acho que pela escolha do vestido. A diagramação é simples e segue o mesmo estilo do livro anterior, cada capítulo começa com um trecho de uma revista ou jornal da época, as páginas são amarelas e não me lembro de ter encontrado erros de revisão.

O livro é todo bem divertido, principalmente por causa da personalidade dos mocinhos, e mesmo com todos os pontos que me incomodaram, eu apreciei bastante a leitura.




              Título: Escândalo De Cetim Série: As Modistas Páginas: 266 | Autor(a): Loretta Chase | Editora: Arqueiro | Ano: 2016

 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário