[FILME] Duplin'



Oii seus lindos, hoje eu vim falar um pouquinho para vocês sobre um filme original Netflix, que foi baseado em um livro que eu estou mais do que ansiosa e desesperada para ler e que foi lançado por aqui pela Editora Valentina: Duplin’. E gente, QUE FILME!! Demorei horrores pra ir assistir ele, e agora me pergunto porque em nome do Senhor eu demorei tanto tempo para assistir, mas vamos aos detalhes que me fizeram idolatrar esta obra divina.

Willowdean Dickson é uma adolescente plus size que enfrenta todos os dias os estigmas sociais que implica ser ela mesma, e para se rebelar ela se inscreve no concurso de beleza da cidade, mas para além de ser um ato contra a sociedade, é um ato contra sua mãe, a ex-miss mais famosa da cidade e que adora ressaltar a importância dos padrões de beleza.

Gente, que filme mágico, que especial que a Will é, porque ela cresceu empoderada, ela foi ensinada pela tia (que foi quem realmente criou ela) que ela poderia ser o que quisesse se realmente quisesse, mas isto não impediu que ela criasse algumas paranoias em sua cabeça, e o que eu mais gostei no filme foi a forma como isto foi tratado, foi tão natural que eu só vivi a história, sem ficar pensando “a isso logo, logo vai acontecer”.
Inserir o Trailer.

Foi um filme que trabalhou representatividade de formas simples e eficazes, porque não ficou taxado “a garota gorda se sente mal com o próprio corpo e ai aprender a se aceitar como a pessoa maravilhosa que ela é” é por isto que eu amei tanto a história toda, porque a Will sempre soube que ela era maravilhosa, ainda que tivesse seus altos e baixos (como todo mundo tem) e que duvidasse em alguns momentos sobre seu físico, ela sempre soube quem ela era por dentro e do que era capaz.

Outro ponto foi o romance que sempre existiu, não foi aquilo de que o garotão popular de repente passou a notar a mocinha fora do padrão, ele sempre foi apaixonado por ela, porque ele é o gato da escola, mas sempre soube quem a Will é por dentro e tudo isto só me deixou ainda mais apaixonada.

Eu quero muito ler o livro e me apaixonar novamente por toda esta história, e também para saber se a adaptação foi fiel ao texto. A única coisa que eu fiquei chateada foi que não vi muita movimentação sobre o filme, e gente, é uma história tão leve e linda, que mostra como apoio, amizade e amor de todas as formas são importantes para que nós saibamos como somos incríveis e que podemos fazer a diferença na vida das pessoas.

Enfim, espero muito que vocês possam conferir não somente o filme como o livro também (que ainda não li, mas já me encontro completamente apaixonada e espero poder conferir o mais breve possível) e se apaixonarem por esta obra linda que a tia Netflix e a Editora Valentina nos deram.



Comentários
8 Comentários

8 comentários :

  1. Olá! Eu ainda não assisti a esse filme, embora ele esteja sim na lista de desejos, mas em minha desculpa, quero ler o livro primeiro porque sei de tanta gente que gostou e que diz que o livro é tão maravilhoso! E outra, o assunto que ele aborda é tão importante! O fato de que ela entende seu corpo e se aceita assim é algo muito legal, afinal representatividade importa demais, sem mencionar o romance que parece ser uma fofura! Vou assistir o mais rápido que eu puder!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi, Aninha!
    Eu li muitos comentários positivos sobre o livro e também sobre o filme, mas infelizmente, como acontece com a minha pilha de livros, tenho uma lista de filmes para assistir e não consigo colocar tudo em dia.
    Quem sabe não consigo assistir nas férias, que logo logo tá aí?
    Fico feliz que tenha gostado. É tão importante termos cada vez mais histórias desse tipo...
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Apesar de já ter assistido o filme, meu preferido ainda é o livro. Gostei da escrita, os temas que a autora aborda é de suma importância para jovens conhecerem e falarem sobre aceitação e compartilharem suas ideias. Acho que é uma leitura que pode auxiliar bastante dentro e fora de sala.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  4. Tudo bem? Eu assisti ao filme com a minha filha e nos divertimos bastante. Achei a adaptação muito boa. Tem várias lições importantes e fatos interessantes que podem ser transportados para o dia a dia com facilidade.

    Gosto desse tipo de enredo, pois sempre nos diverte, mas também nos faz refletir bastante.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Aninha!
    Eu ainda não vi esse filme e nem li o livro, como você mesma ressaltou não foi muito divulgado e pela sua resenha parece ser um filme encantador, fiquei empolgada em assistir principalmente por retratar sobre preconceito e isso nos dá uma grande lição. Parabéns pela resenha, obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi Aninha,
    Ainda não vi o filme da Netflix porque quero ler o livro antes. Adoro histórias que trazem representatividade e que falam sobre o que realmente importa, amor e respeito. Todos os livros da Valentina estão no Kindle Unlimited. Pretendo ler logo.
    Espero gostar de ambos tanto quanto você gostou do filme.
    Beijos,
    André | Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  7. Oi Aninha, eu estou com muita vontade de ver o filme, mas queria ler o livro primeiro. Acho super bacana isso de a Will se amar como é, mas ter certos questionamentos como todos nós temos. Amei conferir sua opinião sobre o filme.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Desejo assistir o filme, mas preciso ler a obra primeiro, pois sempre gosto de ler antes para depois poder comparar os dois. Deve ser uma história muito bonita, estou muito curioso.

    ResponderExcluir