[RESENHA] Coração de Poeta - em Prosa e Verso


Oiii, gente, hoje eu vim contar para vocês sobre o livro  Coração de Poeta, escrito pelo autor Marcos São Mateus Mônaco, lançado no ano passado pela Luna Editorial. Bora saber um pouco mais sobre esse livro?
Em uma viagem a Lisboa, Portugal, Marcos Mônaco estava observando algumas casas antigas quando viu em um portão uma placa e, inexplicavelmente, teve vontade de fotografá-la. Na placa só tinha um nome, e quando retornou ao Brasil, ele foi pesquisar pelo nome ali gravado.

Marcos não teve muito sucesso em suas primeiras buscas, mas insistiu um pouco mais e acabou encontrando o nome de Antônio José Soares de Souza Júnior, ou apenas Soares de Souza Júnior. Não existiam muitas informações sobre essa pessoa pela internet, mas segundo o site Wikipédia, ele foi um intelectual muito conhecido e respeitado no Rio de Janeiro da segunda metade do século XIX.

Ele foi um republicano e abolicionista, engenheiro, jornalista, funcionário público, poeta, dramaturgo, romancista e tradutor. Figura essa que contribuiu muito para a literatura brasileira, influenciando vários autores de sua época e outros posteriormente.

Mas apesar de toda a importância que o autor teve em vida, hoje ele foi quase que completamente esquecido, e nenhuma de suas obras são encontradas em livrarias ou bibliotecas. Com base nisso, Marcos começa uma outra busca pelo acervo da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, na esperança de encontrar as publicações de Soares de Souza em jornais da época, juntando assim material suficiente para trazer de volta das sombras esse escritor tão valioso e prestigiado do século XIX. 

O livro é divido em três partes, a primeira conta toda a trajetória de Soares de Souza (mostrando transcrições de críticas sobre os trabalhos do autor, suas relações com outros escritores, recortes de jornais com informações sobre o escritor e etc), a segunda parte é uma pequena antologia de poesias, e a terceira traz alguns contos escritos pelo autor. Assim que comecei o livro eu não consegui mais parar, o Marcos descreve tudo de uma maneira bem atrativa, que faz com que a gente nem perceba as páginas passando, consegui acabar o livro em um dia. 

O que mais me atraiu na história do Soares de Souza foram seus pensamentos e modo de ver a vida. Ele não tinha medo de criticar as coisas erradas que via na sociedade, e sempre lutava pelos direitos das pessoas. Uma de suas mais severas críticas sociais está em O Engraxate, onde ele expõe a hipocrisia das elites brasileiras que pouco se importam com os menores desestruturados, mas que condenam sem pensar duas vezes quando os mesmos se tornam infratores para ter o que comer, já que vivem as margens de uma sociedade completamente excludente. 

Baseando-se nesses princípios, Soares de Souza foi um dos fundadores e também professor voluntário da primeira escola noturna de Paraíba do Sul, justamente para conseguir levar o conhecimento para aqueles que não podiam ir a uma escola comum durante o dia ou que não tinham boas condições para pagar pelos estudos. Um cara com atitudes realmente admiráveis, que não fazia distinções entre classes e pensava no bem comum. 

Mas claro que os pensamentos, trabalhos e atitudes do poeta incomodavam muita gente da época, principalmente os que viam as mazelas da sociedade como problemas dos outros, mas nunca seus também. Por publicar todas as suas críticas sem se importar com o retorno, Soares pôde colecionar vários desafetos, como mencionou o Marcos Mônaco.  

Soares defendeu até o fim da vida seus ideais, lutou pela liberdade, pelos direitos dos invisíveis da sociedade, pela justiça para todos e pela independência do seu país, além de adentrar bastante na área da psicologia (e em algumas de suas obras ele faz uso dos vícios da mente, que para ele representavam os verdadeiros causadores dos conflitos humanos) o que me fez achá-lo ainda mais inteligente, se for possível. 

Eu adorei a arte da capa, passa muito bem o contexto do livro, as folhas são amareladas (e seria até um crime se não fossem kkk) e a diagramação é simples e não me lembro de ter encontrado algum erro de revisão. 

Bem, queria poder continuar falando sobre essa obra incrível, mas acabaria colocando o livro todo aqui. Eu realmente amei a atitude do Marcos Mônaco de ir atrás de tantas informações sobre o Soares de Souza e trazê-las a público. Coração de Poeta é uma obra de extrema importância para a literatura brasileira, assim como o próprio Soares de Souza. Sério, leiam!!!

 







Título: Coração de Poeta Páginas: 253 | Autor(a): Marcos São Mateus Mônaco  
 | Editora: Lura Editorial | Ano: 2018





Comentários
9 Comentários

9 comentários :

  1. eu tô encantada!!!!!!!
    Adorei a premissa desse livro, eu senti uma coisa meio intuitiva e o livro me pareceu ser super emocionante, fiquei muito curiosa pra saber mais sobre essa história, adorei muito essa dica, parabéns!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi, eu acho incrível estas pesquisas, neste caso de um autor, mas de obras raras em geral, acho fascinante, eu mesma me perderia em uma biblioteca pesquisando, quanto mais difícil, melhor. Adorei teu post, realmente não conhecia o livro mas fiquei bem curiosa.
    Bjos
    Vivi
    Blog Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  3. Olá!! :)

    Eu confesso que nao conhecia este livro ainda, mas a verdade é que nao fiquei muito interessado..

    Contudo, ainda bem que gosatste da historia! E que apreciaste o olhar do autor sobre a vida!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, que bacana isso de o autor resgatar a história de uma personalidade tão interessante e que estava caindo no esquecimento. Amei sua resenha.

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Nossa não conhecia o livro mas fiquei bem interessada! Achei essa questão dele ser dividido em três partes bem distintas curiosa. Com certeza me roeria para chegar logo nos contos. Dica anotada e ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Que capricho, né? O interesse sem quê nem pra quê pela placa, as pesquisas, e o livro condizente! Tem gente que é assim mesmo. Pegam alguma coisa que para os outros não é nada de mais e transformam em arte!
    Que bom que te agradou...

    Um beijo

    www.coisasdemineira.com

    ResponderExcluir
  7. Que capa mais linda!
    Eu não conhecia o livro ainda e a sua resenha me deixou completamente encantada com a obra, fiquei bem curiosa para realizar a leitura. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Ah que maravilhoso! Gostei desde a ideia básica até o quanto ele parece desenvolver no livro a história, seus conceitos parecem terem o levado a toda uma trajetória com boas histórias a serem contadas.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu sou uma dessas pessoas que, até então não tinha ouvido falar desse autor e, provavelmente, não ouviria se não fosse essa sua resenha sobre a obra. Muito rica a história dessa autor e, tenho certeza que suas poesias e contos também! Ótima sugestão e resenha!
    Abraços

    ResponderExcluir